nsc
    an

    Astronomia

    Luzes estranhas são vistas no céu em Joinville e região

    Pontos luminosos são parecidos com o brilho produzido por satélites do projeto Starlink

    10/05/2020 - 18h32 - Atualizada em: 10/05/2020 - 18h55

    Compartilhe

    Hassan
    Por Hassan Farias
    Luzes semelhantes a essas foram vistas no céu de Joinville e região
    Luzes semelhantes a essas foram vistas no céu de Joinville e região
    (Foto: )

    Luzes estranhas voltaram a surpreender os moradores de Joinville e região no início da noite deste domingo (10). Os pontos luminosos já haviam assustado e causado surpresa no mês passado. Nas redes sociais, joinvilenses comentaram terem visto as luzes em sequência se movimentando pelo céu.

    Alguns se espantaram e acharam que poderia ser a presença de Objetos Voadores Não Identificados (Ovnis) e outros apontaram a possibilidade de serem os satélites do projeto Starlink, da empresa americana SpaceX. Segundo especialistas, os satélites podem reproduzir reflexos dos sol e gerar os pontos luminosos.

    O projeto teve início no ano passado e consiste em uma constelação de satélites artificiais que devem ficar em órbita terrestre baixa e permitir uma rede universal de internet banda larga. A empresa pretende lançar 12 mil satélites.

    Outras empresas também têm investido em projetos parecidos para viabilizar internet via satélite para todo o mundo. Entre elas, estão a OneWeb, que prevê o lançamento de 2 mil satélites, e a Blue Origin, que pretende lançar 3,2 mil satélites.

    "Luzes no céu serão rotineiras", afirma astrônomo

    O diretor do Observatório Astronômico de Brusque, Silvino de Souza, conta que as luzes vistas no céu neste domingo são do projeto Starlink. Ele explica que antes era mais comum vê-las por volta das 20h30. Agora, mais próximo do inverno, anoitece mais cedo e as luzes ficam visíveis entre 18h15 e 20 horas.

    - Popularmente, é um espetáculo bonito para as pessoas observarem, elas acham interessantes, mas a partir de agora vai ser algo rotineiro no céu - explica.

    O especialista explica que a cada dia anoitece três minutos mais cedo, por isso agora é possível visualizar as luzes do projeto Starlink para cedo. Ele reforçou que os satélites do projeto são brilhantes e refletem luz solar, que bate por baixo das placas e é refletida para a terra como um espelho.

    Leia também:

    DNIT tenta volta do contorno de Joinville ao orçamento da União; retomada não tem prazo

    Governo Udo cobra e Câmara de Joinville vai retomar projeto da reforma da Previdência

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas