nsc
an

Desastres

Mafra decreta emergência após mais de 800 casas serem atingidas por temporal; veja vídeo

Imagens mostram chuva e granizo entrando dentro de uma casa na Vila Ivete; "uma cachoeira", diz morador

28/12/2021 - 14h06 - Atualizada em: 28/12/2021 - 14h42

Compartilhe

Sabrina
Por Sabrina Quariniri
Os desastres atingiram tanto a área urbana quanto a área rural da cidade.
Os desastres atingiram tanto a área urbana quanto a área rural da cidade
(Foto: )

A Prefeitura de Mafra, no Planalto Norte catarinense, decretou situação de emergência após mais de 800 casas serem atingidas pelos fortes temporais e chuvas de granizo registrados no último domingo (26). 

​​​​​> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

> Chuva de granizo atinge SC no domingo

Os desastres atingiram tanto a área urbana quanto a área rural da cidade. Além da chuva e granizo, houve também registro de vento forte, que chegou a destelhar casas. Em uma casa na Vila Ivete (veja vídeo abaixo), por exemplo, a cobertura foi atingida e a água entrou em vários cômodos. 

Nas imagens, o morador chega a dizer: "olha a cachoeira aqui dentro". Os moradores não chegaram a deixar as casas, mas, de forma paliativa, a Defesa Civil do município distribuiu lonas às famílias afetadas, para que pudessem cobrir as casas.  

Além das moradas atingidas, de acordo com a prefeitura, houve também devastação parcial ou total das plantações de tabaco, milho, soja e outros grãos - meios de sobrevivência da população do município. 

Ainda conforme informações da prefeitura, os danos ainda não foram totalmente contabilizados. Desde segunda-feira (27), a Defesa Civil junto à Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano de Mafra prestam apoio aos familiares. Até esta terça-feira (28), mais de 5 mil telhas já haviam sido compradas e distrubuídas. 

Leia também

Cães fogem de casa, pulam na piscina de vizinho e entram na sede da PM em Jaraguá do Sul

Bolsonaro faz passeio de moto aquática e causa aglomeração em praia de SC; veja imagens

Joinville utiliza apenas parte de empréstimo de R$ 100 milhões assinado em 2014

Joinville amplia número de salas após filas para vacinação contra Covid-19

Colunistas