nsc

    Visão

    Médico alerta para os riscos de problemas de visão em consultas sem um oftalmologista

    Dr. Ayrton Ramos, vice-presidente da Associação catarinense de oftalmologia

    06/02/2021 - 14h37

    Compartilhe

    Jorge
    Por Jorge Jr.
    Exame oftalmológico precisa ser feito por médico
    Exame oftalmológico precisa ser feito por médico
    (Foto: )

    A busca por um preço mais baixo e não por um profissional especialista tem causado prejuízos nos olhos de muitos pacientes, é o que defende o médico oftalmologista Ayrton Ramos, vice-presidente da Associação Catarinense de Oftalmologia. Em entrevista ao Notícia na Manhã, neste sábado, ele explica que só a categoria é que deve receitar lentes.

    > Dia mundial da visão: cuidados precisam começar na infância

    - Somente um médico por realizar consulta, exames e prescrever medicamentos. O médico oftalmologista é o único profissional que está liberado para receitar lentes de grau. O que ocorre é que alguns profissionais técnicos estão abrindo consultório e realizando exame de refração e muitas vezes aliados com óticas que vendem os óculos. Isso é considerado ilegal, é o exercício ilegal da medicina conforme previsto nos Decretos Presidenciais 20.931/32 e 24.492/34 - explicou Ramos.

    > Maioria de casos graves de glaucoma seria evitado com prevenção, alerta médico

    O vice-presidente da Associação Catarinense de Oftalmologia também reforçou os problemas que podem ocorrer ao procurar especialistas que não possuem a formação em medicina.

    - O risco é enorme. Eu tenho paciente do sul do Estado que foi no oftometrista, recebeu a receita, pagou quase R$ 1 mil e o óculos não funcionou, óbvio, porque o problema era outro.

    OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas