Um homem de 47 anos foi preso no momento em que supostamente pagava uma adolescente de 14 anos para ter relação sexual com a menina, em Ascurra, no Médio Vale do Itajaí. Na casa do suspeito, em Timbó, foram encontradas imagens de menores de idade, possivelmente outras vítimas de aliciamento na região, além de centenas de vídeos de zoofilia.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

A investigação começou na última sexta-feira (15), quando os pais da jovem procuraram a delegacia de Ascurra para contar que o homem, via internet, estaria oferecendo R$ 500 para a garota fazer programa. Insistindo em um encontro, ficou combinado que os dois se conheceriam em uma praça no Centro da cidade, onde ele anteciparia o pagamento e depois seguiriam para outro lugar.

Na data combinada entre suspeito e adolescente, na tarde de segunda-feira (18), a Polícia Civil foi até o local e flagrou a conversa. Com ele havia R$ 800 e um comprimido de viagra. Ele foi detido por favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de adolescente.

No interrogatório, o delegado Filipe Martins e equipe identificaram que o homem inclusive se passava por “intermediador” usando outro número de telefone para aliciar as adolescentes. O criminoso também pedia que as vítimas gravassem vídeos de zoofilia em troca de R$ 200, disse ainda o investigador.

Continua depois da publicidade

Com essas informações, o delegado pediu a prisão preventiva do suspeito e um mandado de busca e apreensão domiciliar, que foi autorizado pela Justiça. Nesta terça-feira (19), os policiais foram até o imóvel em Timbó e recolheram diversos materiais digitais. A suspeita é que ele tenha aliciado outras garotas ao longo do tempo.

O inquérito segue em andamento.

Leia mais

Casal de SC que comeu mosca em cobertura de biscoito vai receber indenização

Destaques do NSC Total