nsc
    nsc

    Energia para o seu negócio

    Mercado Livre de Energia traz redução de custos para empresas

    Para aproveitar a economia e uma série de outras vantagens, é fundamental negociar com parceiro sólido e confiável

    16/11/2020 - 08h18 - Atualizada em: 16/11/2020 - 09h46

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Energia para o seu negócio
    (Foto: )

    Você sabia que a sua empresa pode negociar a compra de energia elétrica direto com as geradoras ou comercializadoras, e que isso reduz significativamente o valor da conta mensal? Essa é uma possibilidade oferecida pelo Mercado Livre de Energia, um ambiente de negociação em que você escolhe o fornecedor, contrata a quantidade de energia que precisa e ainda economiza, pois encontra tarifas mais competitivas . Outra vantagem é que os custos de migração – do mercado cativo, atendido pelas distribuidoras, para o mercado livre – podem ser nulos ou, se necessários, recuperados em poucos meses.

    >> Cinco dicas para economizar energia elétrica na sua empresa

    De acordo com a Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), o Mercado Livre de Energia no Brasil atende 85% das indústrias do país e representa 30% de toda a energia elétrica consumida no território nacional. Só no ano passado foram R$ 134 bilhões em movimentação, um crescimento de 6%, na comparação com 2018. Regulamentado a partir da Portaria nº 465, publicada pelo Ministério de Minas e Energia no dia 12 de dezembro de 2019, o Mercado Livre de Energia, desde o seu início, já gerou uma economia de R$ 200 bilhões para as empresas. Especialistas na área indicam que, nos próximos oito anos, esse ambiente pode ser responsável por 70% do consumo no Brasil.

    As vantagens são atrativas, mas a migração exige firmar parcerias sólidas, com empresas confiáveis, que tenham experiência experiência nos processos de migração e de prevenção e gerenciamento de riscos. Maior comercializadora do país e pioneira no atendimento sistemático desse segmento, com atuação no Mercado Livre de Energia desde o ano 2000, a ENGIE já fornece cerca de 2,5 mil MW médios a consumidores livres de diversos segmentos econômicos, desde indústrias até empresas de comércio e serviços, contabilizando mais de 700 clientes, de diferentes portes. Além disso, os contratos firmados são de curto e longo prazo, alinhados com as particularidades e o perfil de consumo de cada cliente, condições que permitem flexibilidade de negociação e previsibilidade de custos ou de economia.

    Para assegurar a entrega com confiabilidade ao longo de todo tempo contratado, a ENGIE conta com amplo parque gerador, distribuído entre as cinco regiões do Brasil e diferentes modalidades de geração. A sólida condição financeira da Companhia também garante aos clientes a tranquilidade para enfrentar eventuais riscos. Somam-se a esses atributos uma equipe altamente especializada e com larga experiência no setor elétrico. São profissionais de venda de energia, desenvolvimento de negócios, gestão de contratos, relacionamento com o cliente e também apoio técnico às unidades consumidoras.

    Migração facilitada

    Para estender os benefícios do Mercado Livre entre empresas de pequeno e médio porte, a ENGIE lançou recentemente uma solução que, além de garantir até 15% de economia na fatura mensal de energia, elimina a burocracia do processo de migração, tornando a compra de energia mais ágil e descomplicada. O E-conomiza, tem como foco empresas com consumo de até 1 MWm – o que equivale a faturas de energia que se aproximem dos R$ 40 mil mensais, mesmo que somando o consumo de diferentes unidades da empresa.

    Outra vantagem está na possibilidade de adquirir energia incentivada, a partir de fontes renováveis, o que agrega sustentabilidade às operações do cliente. Na solução do E-conomiza todo o processo operacional da migração, bem como a gestão da conta de energia, conta com o apoio dos profissionais especializados da própria ENGIE. Assim, a única responsabilidade do cliente é pagar duas faturas mensais – uma para a ENGIE, referente ao fornecimento, e outra à distribuidora local, relativa à infraestrutura de transmissão da energia até a empresa.

    Sobre a ENGIE

    É a maior produtora privada de energia elétrica do Brasil, com capacidade instalada própria de 10.211MW em 61 usinas, o que representa cerca de 6% da capacidade do país. Conta com quase 90% de sua capacidade instalada proveniente de fontes renováveis e com baixas emissões de GEE, como usinas hidrelétricas, eólicas, solares e biomassa. Atuando no Mercado Livre de Energia há duas décadas, a ENGIE é a maior comercializadora do país e pioneira no atendimento sistemático a esse segmento.

    Saiba mais no canal Economia para o seu negócio, aqui no NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas