O que era para ser uma simples caminhada noturna acabou no hospital para uma moradora de Blumenau. A mulher de 27 anos sofreu uma picada de uma cobra jararaca enquanto passava pela Rua Bernardo Reiter, no bairro Velha Central. Os bombeiros precisaram ser chamados para prestar socorro, por volta das 20h desta segunda-feira (12).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Os moradores da região perceberam rapidamente se tratar de uma espécie altamente perigosa e buscaram ajuda para a vítima. Eles mataram o animal e a mulher foi levada ao Hospital Santo Antônio para receber soro antiofídico — tipo de medicamento com anticorpos que trata a picada de serpentes. A jararaca é classificada como muito perigosa.

No começo desse ano, um pastor de Agrolândia, no Alto Vale, morreu por causa de uma picada dessa cobra.

Quais são as cobras mais comuns em SC

Continua depois da publicidade

O que fazer ao ser picado por uma cobra

Em caso de acidentes com cobras, é recomendado que a pessoa mantenha a calma. Ao ser picado, o indivíduo deve lavar bem o local da ferida com água e sabão, deixar o ferimento elevado, manter repouso e ingerir bastante líquido para se manter hidratado.

Além disso, deverá buscar o quanto antes o atendimento médico em um hospital de referência para atendimento por acidentes ofídicos. O tempo é crucial para garantir o sucesso do tratamento.

Não é preciso se arriscar tentando capturar o animal que causou a ferida, afinal, o médico treinado poderá prescrever o soro antiofídico (responsável por anular os efeitos do veneno) pelos sintomas apresentados.

Não é recomendado cortar ou perfurar o local da picada da cobra. Também não se deve amarrar o local nem fazer garrotes ou torniquetes. Muitas vezes estas medidas podem agravar a situação.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total