O pastor Evandro José Matteussi, de 42 anos, morreu nesta sexta-feira (5) após permanecer internado no hospital por causa de uma picada de jararaca, em Agrolândia, Alto Vale. O homem foi surpreendido pela cobra enquanto estava em uma região de mata, perto da casa onde morava. Segundo familiares, o quadro dele se agravou depois que o veneno do réptil provocou uma hemorragia no cérebro de Evandro.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Vando, como era carinhosamente conhecido, sofreu a picada ainda no final de 2023. No mesmo dia, foi até o hospital de Agrolândia, onde recebeu soro da equipe médica. Ele aparentava estar bem, de acordo com a irmã Marilda Matteussi Pacher, mas cerca de dois dias depois do incidente teve uma convulsão e precisou ser transferido para o Hospital Regional do Alto Vale, em Rio do Sul.

Quando a equipe médica identificou um coágulo no cérebro de Vando, o pastor teve de passar por uma cirurgia, o que, para o neurologista João Natel, pode ter sido provocado pelo veneno da cobra.

Ao NSC Total, o biólogo e herpetólogo Alex Giordano Bergmann explicou que o veneno da jararaca tem diversas ações, sendo a principal delas a proteolítica, onde ataca proteínas e tecidos musculares da pessoa.

Continua depois da publicidade

Além disso, ainda segundo o especialista, ele tem ação coagulante e anticoagulante, podendo entupir vasos sanguíneos ou estourá-los, fazendo com que o sangue pare e forme um coágulo.

— Isso não é comum, mas, em alguns casos, pode ocorrer o rompimento dos vasos sanguíneos e a pessoa ter sangramento interno, como no cérebro, causado pelo veneno da jararaca — diz Alex.

Cobra da Ásia entre maiores do mundo aparece em casa de Indaial e impressiona

Evandro era pastor na igreja Deus é Amor, em Braço do Trombudo, também no Alto Vale. Até a manhã desta sexta (5), ele permanecia internado em estado grave no hospital de Rio do Sul. Segundo familiares, ele teve morte cerebral.

— Agradecemos a equipe médica do hospital regional que, com muito amor, recebeu nosso irmão e fizeram o possível ao alcance deles. Os familiares agradecem também todas as pessoas que, de todos os lugares, oraram por ele — disse a família ao NSC Total.

Continua depois da publicidade

O velório deve ocorrer na Associação Desportiva e Recreativa Industrial Rex, em Braço do Trombudo, mas ainda não há confirmação de horário.

O que fazer ao avistar uma cobra

Em entrevista ao Jornal do Almoço nesta sexta-feira (5), o biólogo e educador, Amilton Berkenbrock, também reforçou que os acidentes mais comuns com seres humanos envolvem a espécie porque é difícil avistá-la, já que consegue se camuflar na natureza.

Ele orienta, portanto, que as pessoas tomem cuidado ao caminhar por uma região de mata, pois a cobra apenas ataca quando se sente ameaçada por um predador.

— Ela não tem interesse em nos envenenar, até porque esse veneno é usado para a digestão dos alimentos e não para envenenar seres humanos — ressalta.

Continua depois da publicidade

Além disso, ao se deparar com uma cobra, o ideal é não matar ou tentar capturar o animal, mas acionar os bombeiros pelo 193 para resgatá-la.

Em caso de acidente com serpente, entre em contato com o Samu (192), os Bombeiros (193) ou se dirija ao hospital mais próximo.

*Sob supervisão de Augusto Ittner

Leia também

Dono de rede de mercados morre em Blumenau: “Generosidade ultrapassava prateleiras”

Destaques do NSC Total