nsc
santa

Adeus, Nina

Morre em zoo de SC onça-pintada mais velha do Brasil

Causa do óbito foi a velhice do animal, concluiu a equipe do zoobotânico

13/06/2022 - 12h26 - Atualizada em: 14/06/2022 - 06h41

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Nina tinha 25 anos
Nina tinha 25 anos
(Foto: )

Morreu nesse domingo (12) a onça-pintada mais velha do Brasil, que vivia em um zoobotânico de Brusque, no Vale do Itajaí. Nina, como era chamada, tinha 25 anos.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

Da espécie Phanthera onca, Nina chegou em Brusque em 1997, com aproximadamente três meses de idade e viveu praticamente toda a vida no zoobotânico. Ela vinha apresentando sintomas de velhice desde 2018 e neste ano piorou devido a um tumor no abdômen. Passou por uma cirurgia e voltou bem para o parque, mas não resistiu.

— As onças em cativeiro vivem cerca de 20 anos, mas essa barreira foi ultrapassada, e ela pode viver até seus 25 anos. Com certeza ela era um dos animais favoritos do zoo — comentou o diretor-geral do Zoobotânico, Carlos Alexandre Reis.

Leia também

Dez anos após comprar a catarinense Salfer, Ricardo Eletro tem falência decretada

UFSC busca área para ampliar campus de Blumenau

Reforma em imóvel no Centro de Blumenau prevê laje com estacionamento e restaurante

Colunistas