nsc
dc

Rodovias

Mortes por acidentes em SC sobem 66% no feriado prolongado de Tiradentes

Última Operação Tiradentes, em 2017, e feriadão de Páscoa deste ano tiveram seis mortes cada

25/04/2022 - 11h42 - Atualizada em: 25/04/2022 - 14h43

Compartilhe

Paulo
Por Paulo Batistella
Acidente na SC-283 em Guatambu está entre os que tiveram óbito no feriadão
Acidente na SC-283 em Guatambu está entre os que tiveram óbito no feriadão
(Foto: )

Reportagem atualizada às 15h43 do dia 25/04/2022

As rodovias de Santa Catarina tiveram dez mortes ao longo do fim de semana estendido pelo feriado de Tiradentes, celebrado na última quinta-feira (21). No total, foram 208 acidentes no Estado.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O número de óbitos representou um aumento de 66% se comparado ao balanço do feriadão de Páscoa, celebrado no fim de semana anterior e no qual houve seis mortes em acidentes de trânsito. Na ocasião, foram 112 acidentes entre os dias 14 e 17 de abril, durante a Operação Semana Santa.

A maioria das mortes durante o feriadão de Tiradentes ocorreu em trechos de rodovias federais que cortam o Estado. Eles tiveram seis mortes entre 113 acidentes ao longo da Operação Tiradentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da meia-noite de quarta (20) ao fim deste domingo (24). As ocorrências nas BRs também deixaram 61 feridos.

As mortes registradas pela PRF em Santa Catarina ocorreram por acidentes em trechos das BRs 116, 470 e 101 em Apiúna, Blumenau, Indaial, Monte Castelo, Araquari e Balneário Piçarras.

Em sua operação anterior, em 2017, a corporação havia registrado 141 acidentes e três mortes dos dias 20 a 24 de abril — o feriado caiu em uma sexta naquele ano, mas a PRF considera um período de cinco dias para efeitos de comparação. As ocorrências também deixaram 138 feridos.

Entre 2018 e 2021, o feriado caiu em dias da semana que não permitiram um fim de semana prolongado, com excessão de 2020, quando a operação foi dispensada devido à pandemia.

As rodovias estaduais tiveram quatro vítimas, segundo balanço da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). A corporação iniciou sua Operação Tiradentes às 18h da última quarta e encerrou os trabalhos com o efetivo reforçado às 8h desta segunda (25).

Na última operação semelhante da PMRv, em 2017, foram 77 acidentes e três mortos das 18h do dia 20 às 8h de 24 abril — ou seja, em um período com um dia a menos em relação aos trabalhos deste ano. 

O balanço não contabiliza a morte do policial militar rodoviário de Blumenau Alexandre Maciel. Ele foi atropelado na SC-108 em Massaranduba na noite de domingo (24) ao dar ordem de parada a um motorista que fugia de outra guarnição e ainda está foragido — a polícia trata o caso como homicídio doloso. Maciel foi socorrido, mas não resistiu.

Ainda nas rodovias estaduais, foram registrados 95 acidentes. Além das mortes, eles deixaram 52 feridos. Do total, 49 ocorrências não tiveram vítimas.

Correção: a reportagem informou anteriormente que havia ocorrido 21 mortes no total, com aumento de 250%, informação que estava errada. O montante se baseava em número informado por uma base de dados oficial da PMRv. Segundo a corporação, houve um erro de digitação na planilha que alimenta a plataforma. Assim, foram registradas quatro, e não 15 mortes nas rodovias estaduais. Além disso, o caso do policial Alexandre Maciel é contabilizado como homicídio doloso, e não acidente de trânsito. A reportagem foi atualizada com os números corretos.

Leia mais

Força-tarefa com Bope e helicóptero atua para achar foragido que matou PM de Blumenau

SC tem a pior rodovia do Brasil e 70% das principais vias em más condições

Investimentos em rodovias de SC é 65% menor do que o ideal, diz estudo

Colunistas