nsc
santa

Violência

Mulher é morta a facadas em Rio do Sul após terminar relacionamento, diz polícia

Ex-companheiro de Lícia Cristina é o principal suspeito do feminicídio que aconteceu no Alto Vale

26/04/2022 - 11h15

Compartilhe

Por Giulia Machado
Mulher é natural do Maranhão e deixa um filho pequeno
Mulher é natural do Maranhão e deixa um filho pequeno
(Foto: )

Uma mulher foi morta a facadas no bairro Canoas, em Rio do Sul. De acordo com a Polícia Militar, o ex-companheiro da vítima é o principal suspeito do feminicídio. Lícia Cristina chegou a ser socorrida pelo Samu e levada ao Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos.

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

A Polícia Militar foi acionada por volta das 20h10min de domingo (24) para atender a ocorrência em uma casa. Licia foi encontrada com sangramento severo e golpes de faca no rosto, peito e pescoço. Uma amiga dela também foi esfaqueada e levada ao hospital, mas já ganhou alta e se recupera dos ferimentos em casa.

Segundo uma terceira mulher que estava na casa com as vítimas, o suspeito entrou de forma repentina e esfaqueou as duas mulheres. Ele fugiu logo em seguida.

Natural do Maranhão, a mulher deixa um filho pequeno.

Nas redes sociais, a irmã Victória Souza lamentou a morte de Lícia. Segundo ela, o crime ocorreu porque o ex-companheiro da irmã não aceitava o fim do relacionamento.

"Hoje choramos a morte da minha irmã, infelizmente ela entrou para a estatística de mulheres assasinadas por colocar um ponto final em um relacionamento. Ela se foi deixando um filho que tinha somente ela, se foi sem nem sequer poder da um último adeus aos pais. Te amaremos para todo sempre mana", escreveu.

De acordo com o delegado Luís Ricardo, da Dpcami de Rio do Sul, o relacionamento havia terminado pouco tempo antes do crime. O caso é investigado pela Polícia Civil como feminicídio consumado e feminicídio tentado, no caso da amiga. 

O suspeito está sendo procurado.

Leia também

Caça ao motorista que matou policial de Blumenau completa 35 horas

Policial de Blumenau mandou mensagem à esposa minutos antes de morrer: "Vou me atrasar"

Como a trapalhada de um ladrão em Timbó acabou em prisão

Fechado há 10 anos, antigo galpão da Expofair em Blumenau terá novo destino

Colunistas