Um homem foi preso após agredir, estuprar, picotar as roupas e manter a companheira em cárcere privado em São Bento do Sul, no Planalto Norte de Santa Catarina. A vítima sofreu violência por diversos dias, quando conseguiu fugir e denunciar o caso à polícia na última quarta-feira (21). 

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

De acordo com o delegado Gil Rafael Ribas, a mulher conseguiu escapar após o homem deixar a porta destrancada e ter momentos de distração. Em seguida, ela procurou uma unidade de Assistência Social do bairro para pedir ajuda. A vítima, que estava de pijama e tinha diversas lesões pelo corpo, foi levada para a Delegacia da Mulher.

Ainda conforme o delegado, o local não tinha comida. Uma geladeira, inclusive, estava vazia. Ela recebia apenas água. Além de ser estuprada, ela foi agredida de diversas outras maneiras, como com socos e golpes com o lateral da lâmina de um facão. Em um dos momentos, ela tentou evitar o ataque e teve a mão cortada.

O homem ainda picotou a maioria das roupas dela, além de colocar outras na máquina de lavar para restringir a locomoção da vítima. Na casa, as janelas tinham grades, a única porta estava sempre trancada e o portão era alto e com cadeado.

Continua depois da publicidade

Após diversas buscas, a polícia localizou o suspeito no bairro Serra Alta. Ele foi preso em flagrante pelo crime de cárcere privado qualificado. Na delegacia, a polícia confirmou que ele já tinha passagens por violência doméstica, estelionato, roubo, e que responde a diversos processos pelo delito de furto. 

O suspeito deve responder também pelos crimes de lesão corporal qualificada e estupro.

Leia também

Julgamento no STF sobre bombeiros voluntários de SC mobiliza parlamentares: “Totalmente contra”

Quem eram os cinco passageiros de submarino mortos em turismo no Titanic

Saiba qual a diferença de cada tipo de homicídio

Destaques do NSC Total