Uma moradora de Ituporanga, no Alto Vale do Itajaí, procurou a Polícia Civil no começo da tarde desta quinta-feira (21) para contar os momentos de horror que viveu nas mãos do ex-companheiro. Ela revelou ao delegado ter sido estuprada e mantida em cárcere privado pelo homem ao longo de toda a manhã.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Segundo o relato às autoridades, a mulher conseguiu escapar da casa e pedir socorro a vizinhos. Neste momento o homem teria fugido do local correndo. A Polícia Civil o encontrou em outra residência, mas no bairro onde a vítima sofreu os ataques, e ele foi preso em flagrante.

No começo da noite o agressor ainda aguardava audiência de custódia no Presídio regional de Rio do Sul. A legislação brasileira vigente prevê de 1 a 8 anos de prisão em casos de cárcere privado e de 6 a 10 anos pelo crime de estupro.

O inquérito tramita em segredo de justiça, por isso não foram repassados mais detalhes.

Continua depois da publicidade

Leia mais

Imagens mostram motoristas saqueando carga de carreta tombada na BR-470

Falsa assessora de Yasmin Brunet é presa em Balneário Camboriú por golpe em corretor

Destaques do NSC Total