nsc
    an

    Educação

    "Não pode abraçar o amiguinho": na volta às aulas, pediatra de Joinville sugere diálogo entre pais e filhos

    Em entrevista à CBN Joinville, médico pediatra dá dicas para volta segura dos alunos às escolas

    05/02/2021 - 16h00 - Atualizada em: 05/02/2021 - 16h04

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Patrick
    Estudante segurando caderno e lápis
    Medidas sanitárias podem dar tranquilidade aos pais na volta às aulas
    (Foto: )

    Joinville se prepara pra volta às aulas na rede municipal a partir de segunda-feira (8). Nos últimos dias os professores, supervisores, merendeiras, zeladoria e todos os envolvidos na retomada das aulas presenciais estão passando por uma capacitação para entendimento dos protocolos e atualização também do sistema pedagógico, que passará a oferecer os conteúdos com uma metodologia híbrida: uma semana em sala de aula e uma semana em casa. A Secretaria de Educação de Joinville já definiu que a volta para as salas de aula será opcional e cabe aos pais decidirem.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia.

    O médico pediatra e professor universitário Clóvis Constantino, em entrevista à CBN Joinville nesta sexta-feira (05), analisou que a insegurança de alguns pais para tomarem essa decisão é natural, mas as medidas sanitárias que as escolas vão tomar podem dar tranquilidade para a tomada de decisão.

    - É evidente e compreensível que os pais tenham grau de insegurança em função de tudo o que ocorreu em 2020, relacionados a fake News e contrapontos, mas aos pouquinhos nós acreditamos que quando os pais perceberem que os colaboradores estão bem orientados, que as instalações físicas da escola foram adaptados pra essa nova situação, devem significar motivos de melhor confiança - analisou o doutor.

    Além disso, o médico destacou que todos os cuidados já conhecidos, como distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos, precisam ser intensificados neste momento de volta às aulas. O especialista aconselhou que a conversa com as crianças em idade escolar, pra garantir que os cuidados sejam tomados, é a principal ação dos pais.

    - A primeira coisa fundamental é dialogar com a criança, é dizer 'olha, não pode tirar a máscara, tem que deixar as mãozinhas sempre limpas, se mexer em alguma coisa de outra pessoa passe logo álcool gel ou vai lavar a mão com sabão, não fica muito perto e não pode abraçar o amiguinho...' A primeira coisa é esse diálogo com os filhos - destacou.

    Abaixo, acompanhe a entrevista na íntegra:

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Educação

    Colunistas