nsc
dc

Alerta

Nova onda de Covid: Reforço em fiscalização é a aposta do governo de SC para evitar aumento de casos

Em entrevista ao Bom Dia, da NSC TV, Eduardo Macário não falou em novas medidas de restrição

12/05/2021 - 09h07 - Atualizada em: 12/05/2021 - 09h08

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Governo deve investir na comunicação para evitar aumento de casos de Covid-19 no inverno em SC
Governo deve investir na comunicação para evitar aumento de casos de Covid-19 no inverno em SC
(Foto: )

A chegada do inverno preocupa o governo de Santa Catarina em relação a uma nova onda do coronavírus. Em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina, da NSC TV, nesta quarta-feira (12), o superintendente de Vigilância em Saúde afirmou que o momento é de alerta e que o governo aposta na fiscalização e na comunicação para evitar o aumento de casos. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

> Vacinação da Covid em SC: locais, fases de aplicação, idades e tudo sobre

O superintendente não anunciou novas medidas de restrição e afirmou que a fiscalização é importante para segurança em relação ao vírus. 

– Nós estamos planejando uma comunicação efetiva para que as pessoas entendam o trabalho que se tem de fiscalização. Toda essa ação de fiscalização é voltada para a própria segurança de toda a sociedade – disse.

Válidas até o dia 17 de maio, o decreto em vigor em SC permite a realização de eventos sociais e o funcionamento de casas de shows e baladas em todos os níveis de risco. 

De acordo com o mapa de risco publicado no último sábado (8), das 16 regiões, apenas a Grande Florianópolis está em nível grave, segundo mais alto. As demais foram classificadas no gravíssimo, que indica, entre outros fatores, grande transmissibilidade do vírus.

Chegada do inverno 

Macário se mostrou preocupado com a situação atual do Estado e com o início da próxima estação por um possível aumento na transmissão do vírus e de outras doenças respiratórias como a gripe. 

Segundo ele, Santa Catarina vive um platô de casos ativos, mas num patamar muito elevado. Até terça-feira (11), eram 18 mil pessoas doentes. SC já confirmou mais de 914 mil casos desde o início da pandemia.

– O momento é de alerta para a população, e nós estamos próximos da chegada do inverno que nos preocupa muito por conta do aumento de transmissões de casos e de doenças respiratórias. Nós aconselhamos a todos que sigam os regramentos, sigam as orientações, usem máscaras – pontou.

> Uma semana após ataque em creche de SC, assassino tem alta e é levado para presídio

> Acompanhe a evolução da vacinação em SC no Monitor da Vacina

Na entrevista, o superintendente falou também da necessidade de sociedade, governo e empresariado atuarem de forma conjunta para que a situação da Covid-19 no inverno seja de maior tranquilidade.

– A principal mensagem é aumento de fiscalização e aumento também desse pacto entre governo, sociedade, empresariado, para que os ambientes se tornem seguros de que a gente possa enfrentar essa situação que teremos durante o inverno de forma mais consciente e com uma capacidade de atendimento adequada. Não dá para abaixar a guarda – disse.

Leia mais:

As diferenças entre as vacinas da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac

Reajuste salarial de servidores de SC terá efeito a partir de 2022

Casal de turistas é resgatado depois de ser ‘esquecido’ na roda gigante de Balneário Camboriú

Colunistas