nsc
    santa

    Pandemia

    Restrições mais rígidas para conter coronavírus começam a valer em Blumenau

    Com terminais vazios e movimento um pouco menor do que o normal na Região Central, medidas anunciadas no domingo entraram em vigor

    14/07/2020 - 09h05 - Atualizada em: 14/07/2020 - 09h09

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    Terminais de ônibus vazios por conta da suspensão do transporte coletivo.
    Terminais de ônibus vazios por conta da suspensão do transporte coletivo.
    (Foto: )

    As novas restrições para frear o avanço do novo coronavírus começaram a valer em Blumenau nesta terça-feira (14). Terminais vazios e ônibus estacionados marcaram o início de um período de duas semanas com medidas mais rígidas para tentar conter o avanço dos casos da Covid-19 e, como consequência, a ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da cidade.

    > Notícias por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Idosos, por exemplo, estão proibidos de circular pela cidade a não ser que seja para serviços essenciais — como ir ao médico, compras no supermercado, ou farmácia. O mesmo vale para outras pessoas que integram os chamados “grupos de risco” da Covid-19 — confira a lista completa abaixo.

    Durante as primeiras horas da manhã, o movimento era um pouco menor nas principais ruas da Região Central da cidade em comparação às últimas semanas quando o índice de isolamento social atingiu as menores taxas. Os corredores de ônibus, antes exclusivos para o transporte coletivo, agora estão totalmente liberados para carros e motos de passeio. A exceção é o corredor da Rua 2 de Setembro, por ser no contrafluxo.

    As novas medidas em Blumenau

    - Durante 14 dias, pessoas acima de 60 anos e pertencentes a outros grupos de risco não podem sair às ruas, exceto para trabalhar, ir ao médico, mercado ou farmácia. Integram os grupos de risco pessoas que possuem cardiopatias graves (insuficiência cardíaca, infartados, etc) e pneumopatias graves (dependentes de oxigênio, portadores de asma moderada/grave, etc); imunodeprimidos, doentes renais crônicos em estado avançado, diabéticos e gestantes de alto risco.

    - Fica sujeito à multa quem fizer festa/promover aglomerações em casa. Os valores variam de R$ 213 a R$ 21 mil. Conforme o prefeito, se a regra for descumprida, a fiscalização vai notificar e multar o proprietário da casa. Condomínios e donos de imóveis alugados serão responsabilizados pelos eventos.

    - Missas, cultos e cerimônias suspensas por 14 dias.

    - Circulação de veículos de fretamento para transporte de pessoas só acontecerá com autorização do Seterb durante 14 dias.

    - Rodoviária fechada. Transporte intermunicipal suspenso por 14 dias.

    - Suspensão do transporte coletivo por 14 dias, com a retomada das linhas para profissionais da saúde.

    - Lanchonetes, food parks, padarias, confeitarias, tabacarias devem fechar às 20h.

    - Restaurantes e pizzarias podem funcionar até as 22h.

    - Intensificação de "cinturões noturnos", as blitze coordenadas pela Guarda de Trânsito e que podem ter o apoio da Polícia Militar serão feitas para evitar embriagados ao volante e possíveis acidentes, que resultam em utilização de UTIs.

    - Shoppings podem funcionar até 15h aos sábados durante 14 dias.

    - Ao menos até o dia 7 de setembro não haverá aulas presenciais em todos os níveis de ensino na cidade.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas