Pelo quarto ano seguido, uma escola de Blumenau mantém a tradição de sortear prêmios no mínimo curiosos em uma rifa que oferece de porcos a faisão — uma espécie de ave — aos participantes. Apesar de parecer apenas uma iniciativa divertida da instituição, por trás da ideia existe um motivo nobre que busca transformar o espaço em um local ainda mais aconchegante e adequado aos alunos e profissionais.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Localizada em uma área rural da cidade, no bairro Itoupava Central, a Escola Isolada Municipal Bilíngue Alves Ramos organiza, com a ajuda das próprias famílias dos estudantes e de empresários da região, a chamada “rifa da fazendinha”. Para este ano, o dinheiro arrecadado com a venda dos números será destinado à conclusão de uma sala de música e à instalação de um espaço multissensorial para uso das crianças.

Segundo a escola, o ambiente servirá, principalmente, para o desenvolvimento dos alunos com autismo e déficit de atenção. Atualmente, 136 crianças frequentam os anos iniciais da instituição.

Objetivo semelhante já foi alcançado em 2023, quando a unidade organizou a rifa para a construção de uma biblioteca e sala para os professores. O dinheiro foi investido nos novos espaços que, hoje, já podem ser usufruídos pelos estudantes e profissionais, como mostram as imagens abaixo.

Continua depois da publicidade

Assim como neste ano, animais vivos também foram sorteados ao público em 2023, sendo que muitos deles acabaram vindo de doações das próprias famílias de alunos, conforme explicado à época ao NSC Total pela diretora da escola, Joseane Pitz Kock. Em 2024, bichos como porcos, ovelha, coelho e até casais de garnizé estão entre os prêmios da peculiar rifa da unidade.

Para quem preferir um brinde mais “tradicional”, opções não faltam, já que mais de 100 itens serão sorteados no dia 5 de julho, na própria escola. O primeiro prêmio da rifa, por exemplo, é uma diária em um hotel de Balneário Camboriú. Há, ainda, almoços em restaurantes típicos de Blumenau, vale-gás, churrasqueira, sanduicheira, bicicleta infantil, uma obra de arte e diversos serviços estéticos.

Veja fotos de alguns dos prêmios deste ano

Continua depois da publicidade

A diretora da escola está confiante na quantidade e variedade de produtos para arrecadar o valor necessário. 

— A criação desta área sensorial é algo que buscamos há muito tempo. Nós vamos construir como se fosse um tapete vivo, com diversas texturas, terra, pedras, colocar um pequeno lago. Este tapete vai ajudar no desenvolvimento dos nossos alunos, inclusive ajudar na parte emocional — explica Joseane.

Cada número da rifa custa apenas R$ 1 e a folha é vendida por R$ 20. Interessados podem adquirir os números pela internet, entrando em contato pelas redes sociais da escola no @alvesramosbilingue ou pelos telefones (47) 3381-6540 e (47) 98861-4644.

“Rifa da Fazendinha” foi sucesso no Sul de SC

A rifa da Escola Isolada Municipal Alves Ramos lembra aquela que em 2021 ganhou o Brasil e o mundo. Em Nova Veneza, no Sul de Santa Catarina, os prêmios daquela que virou a “Rifa da Fazendinha” fizeram vereadores caírem na gargalhada durante uma sessão no plenário. Sorteando porco, angolistas, salame, tilápia, cuca e até uma galinha choca com pintinhos, a ação da unidade de ensino virou notícia em todo Brasil. Relembre.

Continua depois da publicidade

*Sob supervisão de Augusto Ittner

Leia também

Quina de São João: as dezenas da sorte que já renderam prêmio milionário a Blumenau

Tradicional padaria de Blumenau fecha as portas após mais de 30 anos

Destaques do NSC Total