nsc
santa

Trânsito

O que já se sabe sobre o acidente que matou jovem de 26 anos no Centro de Blumenau

Polícia abriu inquérito e começou a ouvir testemunhas nesta segunda-feira (27)

27/09/2021 - 16h22 - Atualizada em: 27/09/2021 - 20h13

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
Vítima do acidente e imagem dos carros batidos
Vítima do acidente e imagem dos carros batidos
(Foto: )

As primeiras testemunhas do grave acidente registrado no fim de semana no Centro de Blumenau começaram a ser ouvidas pela Polícia Civil nesta segunda-feira (27). 

A batida entre um Audi e um Golf ocorreu no sábado (25) de madrugada na Rua Sete de Setembro e resultou na morte de um homem de 26 anos. Segundo o delegado Christian Siqueira, todas as hipóteses serão averiguadas.

— Estou apurando todas as situações: embriaguez ao volante, racha, homicídio culposo no trânsito. Nada é descartado — afirma.

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Os primeiros depoimentos colhidos são dos rapazes que estavam no Golf e deixaram a cena do acidente antes da chegada da Guarda Municipal de Trânsito. 

O delegado prefere não passar detalhes sobre as investigações, mas diz que o inquérito está bem encaminhado. Nos próximos dias deve ser ouvido o outro homem que estava no Audi. Ele tem 20 anos, passou por uma cirurgia no Hospital Santa Isabel e teve alta no domingo (26) por volta do meio-dia. 

Na data do acidente, segundo os agentes de trânsito, ele negou ser o condutor do veículo. O resultado do bafômetro, segundo a GMT, deu positivo para a presença de álcool. 

O jovem que morreu foi identificado como Jonathan Batista de Oliveira, de 26 anos. Conforme os bombeiros, ele estava preso ao banco do passageiro pelo cinto de segurança já sem vida quando o socorro chegou. A vítima trabalhava numa tabacaria na Rua Antônio da Veiga e teria conseguido uma carona com o colega de serviço para voltar para casa.

A mãe do filho de Jonathan, Laura Lopes, escreveu num comentário nas redes sociais da Rádio Menina FM que “estava falando com ele menos de cinco minutos antes do acidente e ele só queria chegar em casa para ver o filho”. O casal viveu junto por quatro anos e nos últimos seis meses morava em casa separadas, mas sempre foram próximos. 

A recordação de Laura é a melhor possível.

— Era um pai amoroso, tranquilo, sempre prestativo. Era uma pessoa incrível — afirma. 

O acidente

As imagens revelam o impacto da batida, como é possível observar em um vídeo da câmera de segurança de uma loja (abaixo). Os dois carros, um Golf e um Audi, aparecem em alta velocidade

Ambos deslizam na pista ao mesmo tempo e o atrito dos pneus com o asfalto forma uma fumaça branca no chão. O carro preto para primeiro, logo depois de capotar. O branco desliza mais um pouco sobre a rodovia antes de subir na calçada e derrubar uma árvore.

A colisão aconteceu em frente ao Colégio Sagrada Família e, com o forte impacto, o motor do Audi se desprendeu do carro e foi parar no meio de uma sala comercial. 

Leia também

> Músico morre em Brusque ao capotar carro e ficar preso debaixo do veículo

> Bares e restaurantes de Blumenau terão de pagar taxa para pôr mesas em calçadas

> 14 grandes empresas de Blumenau que foram vendidas e o que aconteceu com elas

Colunistas