nsc
    an

    AGRAVAMENTO PANDEMIA

    “O transporte coletivo de Joinville precisa de uma reformulação”, diz presidente da CDL

    José Manoel Ramos falou à CBN Joinville sobre as novas medidas contra a pandemia em Joinville nesta quarta-feira (10)

    10/03/2021 - 16h50 - Atualizada em: 10/03/2021 - 16h52

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Patrick
    Terminal de ônibus
    Transporte coletivo foi um dos serviços mais afetados pela pandemia
    (Foto: )

    Entrou em vigor nesta quarta-feira (10) o novo decreto em Joinville que altera os horários do comércio, assim como estabelece o toque de recolher a partir das 22h. Em entrevista ao Notícia na Manhã da CBN Joinville desta quarta-feira (10), o presidente da CDL de Joinville, José ManoelRamos, o Zeca, falou sobre o momento em que passar o comércio.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    Segundo ele, o menor número de pessoas circulando reflete diretamente nas vendas do setor. Apesar disso, Zeca diz que é preciso uma união de todos para tentar frear o avanço do coronavírus.

    - O comércio passa por um momento difícil, tanto o grande quanto o pequeno. As pessoas não estão comprando. Precisamos unir esforços para diminuir esse índice de contaminação e aos poucos voltarmos à normalidade – relatou.

    José Manoel acredita que o prefeito Adriano Silva acertou nas medidas adotadas nesse ultimo decreto e que espera que as mesmas tenham efeito. Para o presidente da CDL, é provável que tudo volte ao normal após a pandemia. Os horários alterados a partir de hoje, por exemplo, para ele não devem ser algo que permaneça. Já o transporte coletivo, que leva trabalhadores para os comércios de toda a cidade, deve sofrer alterações, segundo Zeca.

    - Precisa de uma reformulação. Esse sistema não se sustenta mais e pode ser uma nova experiência a ser considerada no futuro – diz.

    Ouça a entrevista completa:

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas