nsc
dc

DC 35 anos

Pagamento por reconhecimento facial é uma das apostas do Angeloni

Rede comemora em 15 de maio 63 anos da trajetória que colaborou para crescimento de dezenas de comunidades onde está presente

14/05/2021 - 16h00

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Loja de Porto Belo foi uma das inauguradas em 2020
Loja de Porto Belo foi uma das inauguradas em 2020
(Foto: )

Quem vive em Santa Catarina com certeza conhece uma das 33 unidades dos supermercados Angeloni. Ou então já passou por uma de suas 25 farmácias ou por um dos nove postos de combustível que fazem parte da rede. A empresa, que também possui unidades no Paraná, é uma das mais importantes do segmento e figura também na lista das 500 maiores do país, conforme ranking elaborado anualmente pela Revista Exame.

E não à toa. O grupo, que hoje gera cerca de 9 mil empregos, no dia 15 de maio completa 63 anos colaborando para o crescimento das comunidades onde está presente. A marca alcançou o sucesso por conseguir conciliar produtos de alta qualidade, atendimento eficiente e por estar atenta às mudanças no comportamento do consumidor.

> Especial DC 35 anos: conheça os destaques da história do maior jornal de SC

Além disso, a empresa também é precursora em responsabilidade social por desenvolver ações voltadas à saúde, preservação do meio ambiente e fomento à arte e cultura. Também é a primeira companhia catarinense a instituir programas de contratação de funcionários da terceira idade e com necessidades especiais.

O sucesso do Angeloni está muito atrelado ao fato de que a empresa ouve as necessidades do mercado e de seus clientes. Foi por isso que a rede promoveu inovações pioneiras em cada fase da sua história e, hoje, mais do que nunca, investe na eficiência de seus serviços.

Foco na experiência do cliente

Em Santa Catarina, a rede Angeloni é destaque em inovação: com foco nas pessoas e forte engajamento com a tecnologia, buscou aprimorar ainda mais a experiência de compras dos seus clientes. Exemplo disso é a nova tecnologia de pagamento por reconhecimento facial, que dá a possibilidade de fazer compras sem a necessidade de usar cartões físicos, smartphones, relógios ou tags.

A confirmação de pagamento ocorre por aproximação, diminuindo filas e evitando contato físico. Como diferencial de inovação, o serviço funciona mesmo com o uso de máscara.

A tecnologia já está em uso. Para usá-la, o cliente deve instalar o aplicativo do Angeloni no celular e cadastrar o seu rosto. No momento de efetuar um pagamento, basta se posicionar em frente ao dispositivo instalado junto ao caixa e fazer a identificação no Clube Angeloni mediante leitura facial. Então, com o reconhecimento validado pelo sistema, o atendente confirma o valor a ser pago e finaliza a compra com a autorização do cliente, sem qualquer toque.

Uma empresa pioneira

Além do pioneirismo na implantação do pagamento por reconhecimento facial, a rede Angeloni foi a primeira empresa do estado a oferecer compras pela internet, criar uma ouvidoria para entender as necessidades dos consumidores e adotar as etiquetas eletrônicas. O investimento da rede no e-commerce de supermercados aconteceu muito antes da pandemia, mas ganhou força com o momento de crise mundial.

Com o programa Lixo Zero, implantou a correta gestão dos resíduos sólidos; e na Rastreabilidade, permitiu que os produtos hortifrutigranjeiros sejam auditados para o cliente ser informado sobre o produtor e a origem do artigo adquirido. Tudo isso, buscando oferecer ao consumidor uma experiência mais ágil, segura e prazerosa na Rede Angeloni.

Leia mais:

Especial reúne histórias dos 35 anos do Diário Catarinense

Conheça a empresa catarinense que tem expandido o faturamento durante pandemia

Colunistas