A secretária de Meio Ambiente de Mangaratiba deu voz de prisão ao pai do jogador Neymar Jr., o empresário Neymar da Silva Santos. A situação ocorreu durante ação que apurava crimes ambientais em obra de mansão, nesta quinta-feira (22).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A obra foi alvo de denúncias anônimas por crime ambiental. No local, foram encontradas irregularidades como o desvio de curso de água, captação de água de rio sem autorização, captação de água para lago artificial, terraplanagem, escavação, movimentação de pedras e rochas sem autorização, e aplicação de areia de praia sem autorização ambiental.

De acordo com nota da prefeitura da cidade encaminhada ao Metrópoles, a secretária Shayenne Barreto teria sido desacatada pelo pai de Neymar. Ele, porém, não foi detido “considerando o princípio da razoabilidade e diante a um pedido da assessoria do senhor Neymar Santos, o mesmo foi liberado para cumprir um compromisso em São Paulo”.

*Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Continua depois da publicidade

Leia também

Neymar pede perdão a Bruna em meio a escândalo de traição: “Errei”

Destaques do NSC Total