A passarela da Avenida da Saudade, próxima ao Centro Integrado de Cultura (CIC) em Florianópolis, será alvo de nova vistoria do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) na próxima segunda-feira (25). O local pode ser interditado, caso técnicos avaliem que a estrutura não é segura. 

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Pedestres e ciclistas denunciaram ao órgão que a passarela possui placas soltas, piso irregular, fendas e vãos entre as placas. Também mencionaram que acidentes podem acontecer no local.

O promotor Daniel Paladino afirmou que o MPSC fez uma recomendação de reparos para a Secretaria Municipal de Infraestrutura, com prazo para resposta até quarta-feira (20). Entretanto, disse que a Prefeitura de Florianópolis não respondeu. 

Por isso, a promotoria convocou a vistoria e irá contar com a presença de técnicos da Defesa Civil, engenheiros do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), representantes da Câmara Municipal de Florianópolis e membros do Observatório Social da capital. 

Continua depois da publicidade

O secretário de Infraestrutura, Valter Gallina, afirmou que a pasta está realizando as ações recomendadas pelo MPSC, mas que desconhece uma nova avaliação da passarela, marcada para segunda-feira (25) às 10h. Entretanto, reconheceu que a prefeitura atrasou uma resposta oficial ao órgão sobre o cumprimento das recomendações. 

A prefeitura já havia iniciado novos trabalhos de revitalização no local no início de julho, após o segundo pedido de adequações do MPSC. A primeia recomendação para melhorar a estrutura foi feita em 2021.

Leia também 

VÍDEO: Carreta com madeira tomba e bloqueia pista da BR-282 na Grande Florianópolis

Entenda por que aluguéis em Florianópolis sobem mais do que em outras capitais

Destaques do NSC Total