nsc
dc

Mundo Animal

Pássaro ataca lagarto em Chapecó; veja o vídeo

A hipótese é de que ave estava defendendo o ninho

26/10/2020 - 11h09 - Atualizada em: 26/10/2020 - 12h14

Compartilhe

Por Redação NSC
Ave atacou para defender o ninho
Lagarto cruzada a rua na hora do ataque
(Foto: )

Um pássaro atacou um lagarto que tentava atravessar uma rua no bairro Passo dos Fortes, na última sexta-feira (23), em Chapecó. A briga inusitada foi registrada pela cabelereira Cleusa Souza, que fez o flagrante e postou nas redes sociais. Assista:

- Nesta época do ano é muito comum encontrar eles [lagartos] por aqui. Mas desta vez, me chamou muito a atenção, porque ele estava atravessando a rua e o passarinho impediu. O passarinho ia pra cima dele, pra ele sair mesmo, afugentado. Eles [lagartos] têm a fama de comer ovos, acho que a ave estava protegendo o ninho - afirmou.

A cabelereira já fez outros registros do animal, tanto em casa quanto no salão de beleza onde trabalha. 

- Tem horas que eles me dão um susto. Tem vezes, quando estou trabalhando, e vejo eles até disfarço para não deixar as clientes assustadas também - conclui. 

> Vaca fica presa no telhado de rancho em Timbó

> Semana começa com tempo instável em Santa Catarina

Réptil chamado de teiú

O réptil é conhecido como teiú, segundo a médica veterinária Cristiane Kolesnikovas, e durante a primavera e verão esses animais ficam mais ativos por causa do calor. 

- A temperatura do corpo depende da temperatura ambiente. Com a temperatura corporal maior, o metabolismo aumenta e eles procuram mais alimento - disse.

Esses animais são onívoros, ou seja, se alimentam tanto de vegetais quanto de animais, como insetos, aves e pequenos roedores. A dieta variada dos teiús tem como "prato preferido" os ovos. Por isso, a veterinária concorda com a hipótese levantada pela cabelereira. 

- Os lagartos adoram ovos e provavelmente o passarinho estava tentando afastá-lo do ninho - confirma. 

O teiú é considerado um animal arisco, mas quando ameaçado, pode se tornar agressivo e geralmente usa a cauda para se defender. Esse animal é encontrado em praticamente todo o território nacional, com exceção da Floresta Amazônica, e pode medir até 1,5 metro.

> Em Chapecó, Paraná Pesquisas mostra um velho favorito e um candidato a surpresa

> Oeste de SC pode voltar às aulas presenciais, mas cidades mantêm atividades remotas

Colunistas