O pastor evangélico preso preventivamente suspeito de abusar sexualmente de cinco crianças e adolescentes foi detido “para evitar que fizesse novas vítimas e garantir a aplicação da lei”, informou o delegado Procópio Batista Silveira Neto, nesta quarta-feira (19). O caso ocorreu em Barra Velha. As informações são do G1 SC.

Continua depois da publicidade

> ​Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A Polícia Civil realizou a prisão na tarde da última terça-feira (18). Segundo a investigação, a suspeita é de que o homem usava a fé das vítimas, entre 13 e 16 anos, para se aproveitar e justificar crimes.

Além dos possíveis crimes no Litoral Norte, outro crime similar é investigado em Criciúma, no Sul, e foi levantado um boletim de ocorrências relacionado à violência sexual contra o suspeito em Caçador, no Oeste.

O suspeito de 65 anos não teve o nome divulgado. De acordo com Silveira Neto, as violências ocorriam na casa do suspeito e nas residências dos pais das vítimas, que costumavam recebê-lo para apoio religioso. O delegado ainda afirmou que os crimes teriam sido registrados ao longo de 2022.

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil continua com inquérito aberto. O homem responde ao crime de estupro de vulnerável e estupro mediante fraude, que ocorre quando uma pessoa se aproveita da confiança da outra para enganar a vítima.

O pastor foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde permanece à disposição da Justiça.

*Sob supervisão de Lucas Paraizo

Leia também

Revisão do Plano Viário de Joinville sugere mais 300 km de corredores de ônibus

Pais criticam manifestação de alunos e fazem ato em defesa de faculdade de Joinville

Homem é condenado por tentar matar duas pessoas em carreata de Natal em Joinville

Destaques do NSC Total