nsc
hora_de_sc

OPERAÇÃO OMERTÁ

Pistoleiro foge do Mato Grosso do Sul e é morto em Florianópolis em confronto com a polícia

Suspeito de cometer ao menos 9 homicídios na tríplice fronteira, homem havia fugido para Florianópolis após operação do estado sul-mato-grossense

09/07/2021 - 18h40 - Atualizada em: 09/07/2021 - 18h46

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Segurança de grupo de extermínio estava foragido desde 2019
Segurança de grupo de extermínio estava foragido desde 2019
(Foto: )

Acusado de assassinar pelos menos 9 pessoas no Mato Grosso do Sul, o homem que atuava como "segurança" de uma organização criminosa suspeita de execuções naquele estado foi morto nesta sexta-feira (9), em Florianópolis, em confronto com a Polícia Civil. 

Foragido desde setembro de 2019, o homem, que não teve a identidade revelada, estava escondido em um apartamento da Rua das Gaivotas, nos Ingleses, no Norte da Ilha de SC. 

Segundo a Polícia Civil, o criminoso estava armado com uma pistola .380 e foi morto a tiros ao reagir a abordagem policial dentro da residência. A arma foi apreendida na ação.

À frente da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil de SC, o delegado Jonh Vieira disse que o foragido escapou do estado sul-mato-grossense durante uma das fases da operação Omertá, que tem como alvo empresários, policiais, guardas municipais e políticos, inclusive um deputado.

- Ele era um pistoleiro que agia na tríplice fronteira (Brasil, Paraguai e a Argentina), matando os alvos da quadrilha. Ele tem mandados de prisão por homicídios, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro - comenta. 

"Eu tenho uma duna dentro de casa", diz moradora após avanço da areia nos Ingleses, em Florianópolis

À época da primeira operação, suspeitos já tinham fugido para Santa Catarina, onde ocorreram prisões, ainda de acordo com Vieira. Nesta semana, após informações repassadas pela equipe Garras da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, o suspeito foi localizado na Capital catarinense. 

- Nós fizemos o monitoramento e hoje a gente foi fazer intervenção, mas ele, armado, reagiu - concluiu o delegado. 

Leia também

Jovem que portava mais de R$ 50 mil em espécie é morto a tiros nos Ingleses

Homem de 29 anos é encontrado morto em praia de Florianópolis

"Amiga, achei esse guri estranho", disse jovem assassinada em hotel de Lages

Colunistas