nsc
hora_de_sc

Ceia salgada

Preços da cesta de Natal podem variar 1531% em Florianópolis, São José e Palhoça, diz Procon

As listas divulgadas pelo órgão levaram em conta itens como biscoito, bolo, chocolate, aves, peru, azeitona, panetone, ameixa, castanha e vinho

21/12/2021 - 16h20

Compartilhe

Por Redação NSC
O órgão pesquisou em seis mercados dos municípios da Grande Florianópolis entre a sexta-feira (17) e esta segunda (20)
O órgão pesquisou em seis mercados dos municípios da Grande Florianópolis entre a sexta-feira (17) e esta segunda (20)
(Foto: )

O Procon de Santa Catarina constatou, a menos de uma semana do Natal, que os preços dos itens para a ceia em Florianópolis, São José e Palhoça podem variar até 1531%. O órgão pesquisou em seis mercados dessas cidades entre sexta-feira (17) e esta segunda (20). As informações são do G1 SC.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Os preços foram organizados em duas listas, que levaram em conta itens como: biscoito, bolo, chocolate, aves, peru, azeitona, panetone, ameixa, castanha e vinho.

A primeira tabela apontou que uma marca de cookie foi o item que apresentou a maior variação de preço, custando entre R$ 0,49 e R$ 7,99. Já em relação as carnes usadas tradicionalmente na ceia de Natal, a lista mostrou que diferença chegou a 236%.

Na segunda lista, os preços que mostraram maior variação entre mercados foram as da tâmara sem caroço e o da uva passa sem sementes. Na tâmara, os preços tiveram uma variação de 222%, custando por quilo de R$ 34,95 até R$ 112,49. Já a uva passa variou 286% e foi encontrada de R$ 23,27 até R$ 89,92.

De acordo com o diretor do Procon, Tiago Silva, a comparação entre os preços de diferentes estabelecimentos é fundamental para evitar transtornos.

— Nossa intenção com esse trabalho é facilitar a vida do consumidor na hora das compras, para que ele, que já passou o ano sofrendo com as altas da cesta básica, possa ter alguma economia na ceia de Natal. Nós enfatizamos sempre que a melhor forma de economizar é pesquisando — explicou.

Leia também

Portão no trapiche de Jurerê é retirado após pressão das redes sociais em Florianópolis

Veja onde comprar a ceia de Natal mais barata em Joinville

Receitas para preparar uma ceia de Natal saudável

Colunistas