A previsão da Defesa Civil de Santa Catarina indica que as regiões mais próximas ao mar devem registrar chuva intensa e volumosa entre domingo e segunda-feira (10 e 11). Há risco moderado para que o acumulado de precipitação nesse período seja capaz de causar enxurradas, alagamentos e deslizamentos.

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Conforme a nota assinada pelo meteorologista Caio Guerra neste sábado (9), entre domingo e manhã de segunda a chuva ganha força em todo o Litoral e áreas próximas.

Isso ocorre por conta da atuação de um sistema de baixa pressão sobre o Estado combinado com a presença de perturbações na atmosfera e com o transporte de umidade do oceano em direção à faixa leste de Santa Catarina.

Fotos revelam passado de simplicidade de Itapema, a nova queridinha do Litoral de SC

Continua depois da publicidade

Assim, a condição é favorável para chuva persistente a partir da tarde de domingo. Os volumes médios até segunda podem variar de 50 a 70 milímetros, mas há chances de em alguns pontos o acumulado ser maior.

Nas áreas em amarelo o risco é moderado para ocorrências. Nas áreas em verde o risco é baixo. (Foto: Defesa Civil de SC, Divulgação)

Ano com El Niño

A chuva virou parte da rotina dos catarinenses em 2023. Isto porque dados da Epagri/Ciram apontam que neste ano, até o dia 28 de novembro, Santa Catarina teve apenas 48 dias sem chuva. Ou seja, a cada dez dias, oito tiveram registro de precipitação.

Tanta chuva gerou enchentes históricas em diversos pontos do Estado entre outubro e novembro. Umas das mais castigadas, a região do Vale do Itajaí é também a que concentra duas das três cidades que tiveram o maior acumulado de chuva em um único mês em outubro de 2023: Mirim Doce, com 725,4 milímetros, e Taió, com 646,8 milímetros.

Leia mais

El Niño perde força em SC e Estado deve ter “transformação” no tempo

Destaques do NSC Total