Com o anúncio da construção do túnel para interligar os bairros Lagoa da Conceição e Itacorubi, em Florianópolis, os moradores da Ilha começaram a se perguntar quando a obra deve realmente ser entregue. A expectativa da secretaria de Infraestrutura da Capital é de que o túnel esteja pronto no segundo semestre de 2024. O prazo é ousado, se comparado ao tempo de construção do único túnel da Capital, o Antonieta de Barros.

Continua depois da publicidade

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Inaugurado em agosto de 2002, o túnel que interliga o Centro da cidade ao Sul de Florianópolis foi construído como parte da obra da Via Expressa Sul. Além da explosão dos dois túneis paralelos, o contrato englobou a elaboração de um aterro hidráulico, de vias com duas pistas e três faixas e viadutos.

A construção foi estimada em R$ 66.308.915,27, mas foram gastos cerca de R$ 100 milhões. O valor exato não foi repassado pela Secretaria de Infraestrutura estadual. O Edital de Concorrência Pública para a obra foi lançado em dezembro de 1993. Os túneis foram entregues quase nove anos depois e a Via Expressa Sul ainda não estava totalmente finalizada.

A obra era de responsabilidade do governo de Santa Catarina, que justificou o atraso da construção com alguns fatores, como as condições da rocha encontrada, dificultando as escavações dos túneis; a necessidade de reformulação no projeto de drenagem por conta obrigação de um escoamento das águas pluviais depois das cheias de 1995; a adequação da obra ao Plano Diretor da cidade e a integração das obras da Via Expressa Sul com o meio ambiente.

Continua depois da publicidade

Veja a cronologia da construção dos túneis e da Via Expressa Sul

• 30 de dezembro de 1993
Edital de concorrência com a participação de 15 empresas

• 26 de outubro de 1994
Contrato do então Departamento de Estradas de Rodagem com a empresa vencedora: CBPO/CNO (parte da Odebrecht).

• 29 de dezembro de 1994
Assinatura da ordem de serviço

• 8 de junho de 1995
Licença ambiental e efetivo início da obra

• 14 de agosto de 1997
Paralisação da obra por falta de pagamento

• Entre 15 de abril de 1999 e 15 de julho de 2000
Retomada gradativa das obras

• 24 de agosto de 2002
Inauguração dos túneis

> Beira-Mar Continental de Florianópolis será ampliada até São José; veja o projeto

Depois da paralisação de 1997, a perfuração dos túneis voltou a ser realizada em agosto de 1999 e o início das detonações ocorreu em setembro do mesmo ano. O túnel Antonieta de Barros é duplo com duas pistas de três faixas cada uma. O túnel esquerdo tem 720 m, enquanto o túnel direito possui 726 m. Ao todo são 1446 metros de comprimento e 166.162 m³ de escavação em rocha.

O segundo túnel a ser construído em Florianópolis nos próximos anos terá 1.340 m, será simples e terá duas faixas de tráfego. Ao contrário do Antonieta de Barros, essa nova construção entre a Lagoa da Conceição e o Itacorubi não faz parte de uma obra maior, mas, caso seguisse o mesmo padrão de mudança de prazo e valor, a obra seria entregue apenas em 2029 e custaria mais de R$ 220 milhões.

Continua depois da publicidade

Visão da Prainha durante a construção do túnel
Visão da Prainha durante a construção do túnel (Foto: SIE, Divulgação)
Túnel Antonieta de Barros é duplo e é o único de Florianópolis
Túnel Antonieta de Barros é duplo e é o único de Florianópolis (Foto: SIE, Divulgação)

Quando o túnel Lagoa-Itacorubi vai ficar pronto?

Nas próximas duas semanas, a secretaria de Infraestrutura de Florianópolis se organiza para lançar a licitação do projeto do túnel e do estudo ambiental. A ideia é de que até dezembro a prefeitura tenha o projeto em mãos para solicitar a licença ambiental ao Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina.

> Terceira faixa da BR-101, em São José, já está liberada em cinco quilômetros

O secretário Valter Galiina espera que até abril de 2022 o IMA entregue a licença ambiental prévia e, assim, a secretaria possa lançar a licitação da obra, que tem um prazo de 90 dias. Com essas datas cumpridas, em agosto de 2022 a ordem de serviço da obra deve ser emitida, no cronograma traçado pelo município.

Com um prazo de dois anos para construção, o secretário promete entregar o novo trajeto Lagoa-Itacorubi no segundo semestre de 2024, último ano de mandato de Gean Loureiro.

Leia também

Rodovias de SC seguem com bloqueios após atos de 7 de setembro; veja

Falta de eventos prejudica a recuperação de hotéis em SC

Sobrevoo avista 120 baleias-francas entre SC e RS

Destaques do NSC Total