nsc
    dc

    Voo da Lamia

    Programação marca três anos do acidente da Chapecoense 

    Haverá plantio de lírios, caminhada com velas, celebração religiosa e apresentações artísticas

    28/11/2019 - 16h57

    Compartilhe

    Darci
    Por Darci Debona

    O plantio de 71 lírios da paz vai marcar o início da programação de homenagens às 71 vítimas do acidente com o avião da Lamia, ocorrido há três anos, na Colômbia. A delegação da Chapecoense, jornalistas e convidados estavam indo para a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, quando o avião caiu por falta de combustível, na madrugada do dia 29 de novembro de 2016.

    Familiares, torcedores e funcionários da Chapecoense estão convidados para o plantio, que será a partir das 19h, no átrio Daví Barella, Dávi, ao lado da entrada da Ala Norte da Arena Condá.

    O local, entre as alas norte e oeste, foi adotado pela imobiliária e construtora que pertencia ao homenageado, que era conselheiro do clube uma das vítimas do acidente. Seu filho Pablo Dávi, assumiu recentemente a vice-presidência de marketing da Chapecoense. Ele falou que a prefeitura queria revitalizar o espaço e então resolveram adotar, por meio de um projeto aprovado na Câmara de Vereadores.

    O átrio se tornou um dos pontos turísticos de Chapecó. Pablo Dávi disse que a intenção inicial era colocar algumas árvores, mas desistiram para não tapar o painel do artista Paulo Consentino, que retrata um gol imaginário na final que não aconteceu.

    Há também uma fonte com o nome das vítimas e um mapa da América do Sul, com luzes em Chapecó e Medellín.

    - Esse espaço conta a história de tudo o que aconteceu. A gente vai absorvendo, mas lembra todos os dias, não somente no dia 29. Dá saudade. Mas a gente tem que seguir. Assim como outras famílias perderam familiares e precisam continuar. Esse é um momento de homenagem e lembrança, para não deixar se apagar tudo o que fizeram – disse Dávi.

    Ele lembrou que tinha ido nos jogos das quartas-de-final, em Barranquilla, e também da semifinal, em Buenos Aires, mas na final, tinha até vaga reservada no avião e decidiu não viajar. Agora, a exemplo de seu pai, segue colaborando na Chapecoense.

    O secretário de Cultura de Chapecó, Nemésio Carlos da Silva, disse que houve uma união das homenagens das famílias e do clube, com a Prefeitura Municipal. Ele disse as homenagens vão coincidir com o início da programação natalina, com o objetivo de propiciar um momento de reflexão. Ele acredita que, depois de três anos, a cidade já conseguiu absorver o impacto da tragédia.

    - A cidade tem uma força de associativismo e cooperativismo e soube superar essa dificuldade, ao mesmo tempo que mantém viva essa memória- explicou o secretário.

    Depois do plantio dos lírios haverá uma caminhada com velas até a Catedral Santo Antônio, onde haverá uma celebração e apresentações artísticas. A programação tem previsão de encerrar às 21h, com o acendimento das luzes de Natal, na Praça Coronel Bertaso e Avenida Getúlio Vargas.

    Chapecó prepara homenagens pelos três anos da tragédia com o voo da Chapecoense

    Programação

    19h: Plantio de 71 lírios da paz por familiares das vítimas, funcionários da Chapecoense e torcedores no átrio Daví Barela Dávi, ao lado da Arena Condá.

    19h30: Caminhada com velas da Arena Condá até a Catedral Santo Antônio.

    20h: Apresentação da Orquestra Sinfônica de Chapecó e Coral Infanto-Juvenil, nas escadarias da Catedral Santo Antônio.

    20h10: Momento de reflexão com a fala de sete líderes religiosos do candomblé, espiritismo, luterano, adventista, evangélico, católico e muçulmano.

    20h30: Manifestação do zagueiro Neto, um dos sobreviventes do acidente, e do prefeito Luciano Buligon.

    20h40: Seis apresentações artísticas dos programas Arte Cidadã, Escola de Artes, Verso em Voz, Coral Infanto Juvenil e Orquestra Sinfônica.

    21h: Ato de acendimento da iluminação natalina da Praça Coronel Bertaso e da Avenida Getúlio Vargas.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas