nsc

Infraestrutura

Projeto de revitalização do Centro Histórico de Florianópolis vai manter piso original

Ideia era substituir por paver e foi criticada por especialistas

28/09/2020 - 09h13 - Atualizada em: 29/09/2020 - 06h09

Compartilhe

Juliana
Por Juliana Gomes
À esquerda, o piso do entorno da praça com paralelepípedo e, à direita, como seria com paver
À esquerda, o piso original do entorno da praça e à direita, como seria em paver
(Foto: )

Os paralelepípedos do Centro Histórico de Florianópolis serão mantidos no novo projeto para revitalizar a região, de acordo com o secretário de Infraestrutura Valter Gallina.

A ideia inicial era trocá-los por paver, que são blocos de concreto intertravados. Após o questionamento de arquitetos, que defendem a manutenção do piso original, a prefeitura decidiu deixar os paralelepípedos onde estão. A expectativa do município é de que o projeto seja concluído ainda no mês de outubro para que a obra seja finalizada antes do verão de 2020.

- Já estávamos com projeto concluído, já em licitação, com a troca total do paralelepípedo, colocando todo em paver, com o levantamento das calçadas, no mesmo nível que a pista, toda em granito, estilo do Largo da Alfândega, porém houve algumas contestações para deixar parte do paralelepípedo pra deixar a marca – explicou o secretário de infraestrutura Valter Gallina.

Conforme o secretário, em até três semanas o novo projeto deve estar concluído e a licitação, que já estava em andamento, terá continuidade.

- Além do entorno da Praça XV, a obra será na Rua Tiradentes, na Rua João Pinto. Todo centro leste será contemplado com essas melhorias. A estimativa de que custe pra prefeitura R$4,5 milhões. A meta é terminar antes do verão, ao menos ao redor da Praça XV – afirmou.

Colunistas