Artistas catarinenses podem se inscrever para uma imersão formativa em criação e produção em artes da cena, no projeto da Cia La Vaca, de Florianópolis. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 31 de julho no site do projeto.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Serão selecionadas 10 propostas de artistas de Santa Catarina, que utilizam procedimentos documentais em suas concepções, para uma imersão formativa de cinco dias, com carga horária de 40h, com artistas da La Vaca, em Florianópolis.

Esta é a 2ª edição do CENA_DOC Residência Artística e Incubadora de Projetos. Os responsáveis pela La Vaca, Renato Turnes (diretor e ator) e Milena Moraes (atriz e produtora), acreditam que a capacitação de artistas na elaboração de projetos e em sua viabilização financeira é de extrema importância. No ano passado, dos 10 artistas participantes da Residência artística e Incubadora de Projetos, cinco tiveram projetos aprovados em editais da Lei Paulo Gustavo.

“A La Vaca, que completa 15 anos de atuação tanto regional como nacionalmente, tem focado na multiplicação da pesquisa artística, pensando tanto na contribuição para o desenvolvimento de projetos de artistas catarinenses de teatro, como na promoção de parcerias entre as redes de criação do Estado”, dizem os responsáveis pela Companhia.

Continua depois da publicidade

Renato Turnes e Milena Moraes, da Cia La Vaca (Foto: Luiza Lacorte, Divulgação)

Foco das propostas

Turnes ressalta que as propostas inscritas para seleção no projeto devem apresentar ideias no campo do teatro e outras artes da cena (dança, circo e performance).

“Ideias, projetos e experiências artísticas no campo expandido do teatro documentário, teatros do real, dramaturgias da memória, performances documentais, auto escritas performativas, palestras-performance, auto ficções, biodramas, ou qualquer proposta singular que estabeleça diálogo com o campo documental de criação das artes da cena estão aptas a participar da residência e incubadora”, explica Turnes.

A seleção deverá atender a critérios de regionalização, além de indutores sociais para pessoas com deficiência, negras, indígenas e LGBTQIAPN+.

O resultado será divulgado em 5 de agosto de 2024. Além disso, todas as pessoas selecionadas receberão uma bolsa, a título de ajuda de custo, para participar dos encontros presenciais marcados para os dias 19 a 23 de agosto, no Teatro da Ubro e na Casa da Memória, no Centro de Florianópolis. No site é possível conferir todos os detalhes.

Continua depois da publicidade

Milena explica que a carga horária de 40 horas será dividida: no período da manhã haverá encontros com Renato Turnes, que fará provocações artísticas a partir da sua experiência na pesquisa de dispositivos documentais de criação, e no período da tarde as atividades serão com a própria Milena.

“Nesses encontros vou abordar o desenvolvimento da escrita do projeto desta proposta artística, um documento base que pode ser adaptado para a aplicação em editais de fomento e apresentada a possíveis parcerias de patrocínio”, diz a produtora.

“Quem vier terá que vir com disposição para 8 horas por dia de trabalho intenso”, acrescenta.

Masterclass e workshop gratuitos

Quem quiser entender um pouco mais do trabalho da La Vaca nas artes documentais, poderá se inscrever para três atividades online de curta duração. Todas são gratuitas e acontecem no mês de julho.

Serão duas masterclass e um workshop sobre procedimentos documentais na criação da cena, dramaturgia e gestão e práticas de produção. Os interessados podem acessar o site do projeto e fazer a inscrição.

Continua depois da publicidade

A proposta foi selecionada pelo Edital Lei Paulo Gustavo LPG SC 2023 – executado com recursos do Governo Federal e Lei Paulo Gustavo de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura. O CENA_DOC Residência artística e Incubadora de projetos – 2ª edição conta ainda com o apoio da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, Casa da Memória e Teatro da Ubro.

A Companhia

La Vaca é uma companhia brasileira de teatro sediada em Florianópolis. Em 2008 iniciou sua trajetória estabelecendo parcerias com dramaturgos da nova cena latino-americana.

Desenvolve projetos que incluem linguagens diversas, expandindo a experiência com o palco tradicional para o teatro contemporâneo, intervenções urbanas, performance e audiovisual, firmando relações criativas e profissionais com artistas de outros coletivos.

Em 15 anos de atuação, segue investindo na produção de trabalhos politicamente comprometidos, que buscam o diálogo legítimo e honesto com o público.

Continua depois da publicidade

Leia também

Meninas Malvadas de 2004 ou 2024? Veja as diferenças entre filme e musical

O que você precisa saber sobre “The Bear” antes da estreia da terceira temporada no Brasil

Parque de diversões abre nesta sexta em Joinville; veja atrações, preços e horários

Destaques do NSC Total