A psiquiatra Cida Fontana encontrou uma forma de ajudar a população atingida pelas enchentes no Rio Grande do Sul, principalmente aquelas que precisam de atendimento de saúde mental. Mesmo remotamente, Cida fez contato com grupos que buscam ajudar e há alguns dias realiza consultas por videochamadas, de forma gratuita.

Continua depois da publicidade

Em entrevista à rádio CBN Joinville, Cida explica como os atendimentos são feitos. Por meio de grupos no WhatsApp, que reúnem quase 500 médicos do Brasil inteiro, as solicitações por atendimento psiquiátrico chegam, e os profissionais se disponibilizam para atender. Agora, ela também planeja viajar para poder ajudar presencialmente no feriado de Corpus Christi.

— Vou com meu próprio veículo. Estou com o contato de algumas pessoas, com pessoal de Canoas e com também de Eldorado do Sul. Mas sei de colegas que já foram para Lajeado. Optei por pegar o feriadão por ser um pouco mais longo o tempo, para ter alguns dias a mais — explica.

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

Abrigos no Rio Grande do Sul:

Continua depois da publicidade

Ela destaca ainda a importância do atendimento psicológico e psiquiátrico neste momento, tanto para pessoas que já apresentavam ansiedade, depressão ou faziam algum tratamento, quanto para reduzir os danos do estresse pós-traumático que muitos irão viver.

Ouça a entrevista completa da psiquiatra Cida Fontana abaixo:

A rádio CBN Joinville está no ar 24h por meio do dial 95.3 FM em Joinville. Também é possível ouvir pela internet no link.

Leia também:

Aguardada há 51 anos, Ponte Joinville ganha autorização para início das obras

VÍDEO: Imagens mostram momento em que pais do caso “AME Jonatas” são presos em Joinville

“Central de Fake News” com objetivo político é alvo de operação em SC e RN

Destaques do NSC Total