nsc
hora_de_sc

Meio ambiente

Quase 26 toneladas de lixo são retiradas de cemitério do Itacorubi, em Florianópolis

Apesar de várias lixeiras instaladas, equipes ainda encontram uma grande quantidade de resíduos espalhados pelo chão e pelo entorno dos túmulos

05/06/2021 - 16h33 - Atualizada em: 05/06/2021 - 19h26

Compartilhe

Por Ângela Prestes
Cemitério do Itacorubi é considerado o maior da Capital
Cemitério do Itacorubi é considerado o maior da Capital
(Foto: )

25,9 toneladas de resíduos foram retirados do Cemitério Municipal São Francisco de Assis, mais conhecido como Cemitério Itacorubi, em Florianópolis, apenas no último mês de maio. Desde fevereiro deste ano, quando a Superintendência de Serviços Públicos (Susp) da Prefeitura de Florianópolis assumiu a gestão dos 13 cemitérios da cidade, um cronograma de limpeza foi montado para reforçar a manutenção da infraestrutura desses espaços. 

“Meu filho morreu por causa desse governo genocida”, desabafa mãe de Hugo Alencar, empresário vítima da Covid-19

Contando com 92 mil metros quadrados de área total e com 36 mil sepulturas instaladas, o Cemitério do Itacorubi é considerado o maior da Capital e por isso, apresenta uma alta demanda de manutenção. Por isso a Susp alerta para a necessidade dos usuários fazerem a sua parte para manter a infraestrutura do local, se atentando às boas práticas de limpeza. 

Apesar dos 30 contentores de 240 litros cada estarem distribuídos pelo local, as equipes ainda encontram uma grande quantidade de resíduos e restos de itens utilizados nas visitas, espalhados pelo chão e pelo entorno dos túmulos. Entre esses itens, os mais comuns são: latinhas de refrigerante, garrafinhas pet, sacolas plásticas, isopores, vasos de flores, saquinhos de vela e baldes. Considerando a extensão do local que exige um esforço maior da força-tarefa de limpeza, o volume de lixo deixado dificulta a agilidade da conclusão dos serviços, diariamente. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

“Nosso apelo é para que os visitantes prezem pela limpeza dos cemitérios, fazendo a sua parte, ao recolherem o seu próprio lixo e depositando em um dos contentores. Dessa forma, conseguimos agilizar os serviços, conseguindo atender de forma mais rápida e constante, os 12 cemitérios restantes, que também carecem dessa atenção”, reforça o Superintendente de Serviços Públicos, Márcio Luiz Alves.

O apelo vem de encontro às ações da administração municipal, que promove a partir deste sábado, 05/06, a Semana do Meio Ambiente. Com o tema “fazer as pazes com a natureza”, a programação trará diversas ações como o anúncio de novas unidades de ecopontos na cidade e novidades na coleta seletiva, lançamento de editais de planos de manejos de parques, oficinas e talks online por meio lives, além distribuição gratuita de mudas nativas. A lista completa está no www.pmf.sc.gov.br.

LEIA MAIS

Vídeo: transmissão flagra “despedida” de Tite e Rogério Caboclo

Colunistas