nsc

publicidade

Novo integrante

Quatro meses após morte de Barney, novo filhote é treinado para ser cão-bombeiro em Lages

Labrador de pouco mais de dois meses foi escolhido entre outros quatro cães e chegou à corporação na última semana

08/09/2019 - 14h55 - Atualizada em: 08/09/2019 - 15h29

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
O soldado Luciano Rangel, com o filhote de labrador Orion, no 5º batalhão de Lages
(Foto: )

Quatro meses após a morte do cão-bombeiro Barney, o soldado Luciano Rangel terá nova companhia no Batalhão de Lages. O filhote de labrador Orion chegou na última semana à corporação para ser treinado e atuar em ocorrências de busca e resgate.

O cão Barney morreu depois de pular no Rio Urussanga em Içara, no Sul do estado, durante buscas por uma pessoa desaparecida, em 2 de maio. O cachorro atuava em situações de resgate e chegou a ser levado a Brumadinho (MG) para ajudar a encontrar vítimas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Orion nasceu em Jundiaí, no interior de São Paulo. O filhote de 65 dias foi escolhido entre quatro selecionados, após ser aprovado em etapas da análise de temperamento, habilidades e interação.

— O Barney sempre vai estar presente na minha vida e é muito importante para mim. O Orion começa a trajetória dele comigo agora e nós vamos trabalhar muito para que ele possa traçar o próprio caminho. Um nunca vai ser substituto do outro — destacou o soldado Luciano Rangel.

A partir de agora, Orion passa a morar na casa do soldado e terá um treinamento intensivo até completar 18 meses, quando poderá ser submetido à primeira certificação para atuar como cão de busca e resgate do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade