Quando pensamos em grandes atrizes brasileiras, o nome de Fernanda Torres provavelmente pode estar na lista. Anunciada pelo jornal Extra como a vilã Odete Odete Roitman, no remake de Vale Tudo, previsto para 2025, a atriz retorna às telinhas das novelas após décadas afastada. Por isso, separamos a seguir os papéis que ela interpretou na teledramaturgia, na marcante série Tapas & Beijos, além de contar o que podemos esperar da nova versão de uma das novelas mais icônicas da televisão brasileira.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Clique e participe do canal do Hora no WhatsApp

Para quem não sabe, Fernanda Torres é filha dos atores Fernando Torres e Fernanda Montenegro, também grandes nomes da dramaturgia brasileira. Com o talento dos pais sendo referência dentro de casa, a atriz resolvou também continuar os passos familiares profissionais. Destacou-se, porém por continuar o caminho talentoso de ambos, mas principalmente por construir uma sólida carreira de forma independente.

Continua depois da publicidade

Confira os personagens de Fernanda Torres nas novelas da Globo

Fauna em “Baila Comigo” (1981)

Fernanda Torres estreou na Globo aos 14 anos, em 1979, na série Aplauso. Mas, foi em 1981 que a atriz começou nas novelas em “Baila Comigo”, escrita por Manoel Carlos. Na trama, ela interpretou Fauna, uma jovem com espírito livre e personalidade cativante. Foi neste primeiro “teste” na telinha que ela já mostrou que seria um dos grandes nomes como atriz no Brasil.

Marília em “Brilhante” (1981)

Ainda em 1981, Fernanda Torres integrou o elenco de “Brilhante”. Mimada e cheia de vontades, era uma menina rebelde e prepotente. Mais ligada ao pai, tem conflitos constantes com Isabel e com a avó, Chica (Fernanda Montenegro), o que rendeu cenas entre mãe e filha.

Continua depois da publicidade

Daise em “Eu Prometo” (1983)

Em “Eu Prometo”, novela de Janete Clair, Fernanda Torres interpretou Daise, uma das protagonistas da história. A personagem cresceu cheia de vontades e caprichos, em um ambiente superprotetor. Vivia tendo crises, criando situações exageradas, que manipulava como desejava. Sua atuação foi aclamada e consolidou sua posição como uma das grandes atrizes da geração.

Simone em “Selva de Pedra” (1986)

Na segunda versão de “Selva de Pedra”, escrita por Regina Braga e Eloy Araújo, Fernanda Torres assumiu o papel de Simone. Mulher corajosa, arrojada e independente que trabalha como escultora e sonha vencer em sua profissão. Nasceu em Duas Barras, interior do Rio de Janeiro, e durante a novela muda sua identidade para Rosana Reis.

Sueli em “Tapas & Beijos” (2011 a 2015)

De 2011 a 2015, Fernanda Torres interpretou um de seus personagens mais conhecidos. Como Sueli, em Tapas & Beijos, trouxe a comédia e o drama lado a lado. Ao lado de Andréa Beltrão, colocopu seu nome na história como um dos personagens mais reconhecidos e admirados do público. Vendedoras em uma loja de vestidos de noivas, ambas buscavam o amor. Até hoje a dupla, inclusive, é referenciada com fantasias de carnaval, comparações e memes.

Continua depois da publicidade

Qual o enredo de “Vale Tudo” e o que esperar do remake?

“Vale Tudo”, exibida pela Globo em 1988, é considerada uma das novelas mais emblemáticas da teledramaturgia brasileira. Escrita por Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères, a trama abordava a corrupção e a ética na sociedade brasileira. Uma das personagens mais icônicas da novela foi Odete Roitman, interpretada por Beatriz Segall e, que, no remake, pode ser interpretada por Fernanda Torres.

Odete, uma vilã inesquecível, personificava a ambição e a frieza, deixando uma marca na história da televisão com seu trágico e misterioso assassinato. A pergunta: “Quem matou Odete Roitman?” parecia que ressoava pela sociedade na época e foi um dos mistérios mais fortes da televisão, sendo revelado apenas no final da trama.

Previsto para 2025, o remake quer novamente trazer a discussão sobre a luta pelo dinheiro a todo custo, e pode ainda apresentar novidades quanto ao assassinato. Afinal, na primeira versão, o mistério foi solucionado, quando se descobriu que Leila (Cássia Kis) foi a responsável pela morte de Odete. Leila confundiu Odete com Maria de Fátima (Glória Pires), acreditando que estava matando sua rival.

Continua depois da publicidade

Leia também

13 novelas baseadas em fatos reais para ficar impressionado

Como está o elenco de Cheias de Charme, 12 anos após a novela das “Empreguetes”

As 10 melhores séries, novelas e filmes com Tony Ramos

Destaques do NSC Total