Um novo protocolo médico vai pautar o retorno do Campeonato Catarinense, suspenso por 14 dias em razão do avanço da pandemia do novo coronavírus

Continua depois da publicidade

As diretrizes foram definidas nesta terça-feira (14) em uma reunião virtual entre médicos dos times, alguns presidentes, membros da Federação Catarinense de Futebol (FCF), representantes da Associação de Clubes de Santa Catarina e infectologistas da Secretaria de Saúde.

As principais mudanças foram a exigência de exames RT-PCR em todos os jogadores e membros de comissões técnicas até 48 horas antes dos jogos e o afastamento somente das pessoas com casos positivos, conforme antecipou o comentarista Rodrigo Faraco durante o CBN Diário Esportes

O protocolo anterior do governo de Santa Catarina não exigia testes antes das partidas, porém, cobrava o afastamento de todos que tivessem contato com pessoas confirmadas com a Covid-19. O não cumprimento desse ponto causou a suspensão da competição.

– Tem que construir um entendimento onde todo mundo caminhe para o mesmo lado. A segurança virá de vários aspectos. Precisa atuar em vários pontos. Todos nós estamos aprendendo com isso. Vamos fortificar o inquérito clínico, a medição de temperatura e o PCR. Não existe como monitorar de uma maneira exata – explicou o médico do Avaí, Luis Fernando Funchal, participante da reunião, em entrevista ao programa CBN Diário Esportes.

Continua depois da publicidade

Os times podem treinar a partir desta quarta-feira (15), em grupos reduzidos e sem a presença dos jogadores que testaram positivo para coronavírus. Na segunda, um novo parecer técnico da Secretaria de Saúde vai determinar o restante dos trabalhos. Se os treinos em conjunto forem liberados, o campeonato poderia ser retomado na semana seguinte.

> Ouça: Debate Diário entrevista os presidentes de Avaí, Chape e FCF

Os clubes pediram para que o governo revise a suspensão de 14 dias, prazo que acabará somente em 27 de julho. A intenção é que a Federação tenha mais datas disponíveis para se concluir o campeonato em campo sem avançar ao início das disputas nacionais. O pedido ainda será analisado pela Secretaria de Saúde. Por enquanto, a tendência é retomar o campeonato apenas em 29 de julho. 

O começo do Campeonato Brasileiro das Séries B (para Avaí, Figueirense e Chapecoense) e C (Brusque e Criciúma) está previsto para dias 7, 8 e 9 de agosto. A Série D (onde estão Joinville, Marcílio Dias e Tubarão) só começa em setembro.

> Painel do Coronavírus: veja em mapas e gráficos a evolução dos casos em SC

Destaques do NSC Total