nsc

    Novidade

    Saiba como vai ser o primeiro mandato coletivo de Florianópolis

    Coletiva Bem Viver recebeu 1660 votos pelo PSOL

    16/11/2020 - 18h49 - Atualizada em: 16/11/2020 - 19h53

    Compartilhe

    Mateus
    Por Mateus Boaventura
    Mayne Goes, Lívia Guilardi, Cíntia Mendonça, Marina Caixeta e Joziléia Daniza Kaingang
    Mayne Goes, Lívia Guilardi, Cíntia Mendonça, Marina Caixeta e Joziléia Daniza Kaingang.
    (Foto: )

    O primeiro mandato coletivo foi eleito em Florianópolis neste domingo. O Coletiva Bem Viver recebeu 1660 votos pelo PSOL e fará a modalidade que ainda não é regulamentada. Mayne Goes, Lívia Guilardi, Cíntia Mendonça, Marina Caixeta e Joziléia Daniza Kaingang assumem a legislatura.

    >> Conheça os 23 vereadores eleitos em Florianópolis nas eleições 2020

    >> Mais mulheres e renovação: o perfil da nova Câmara de Vereadores de Florianópolis

    Legalmente, uma vereadora é inscrita por CPF (Cíntia Mendonça), mas na prática as outras quatro também participam como assessoras de gabinete. O salário será divido igualmente e as decisões serão tomadas de forma coletiva.

    Ouça a entrevista com Cíntia Mendonça:

    De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a legislação não prevê candidaturas "colaborativas ou em grupo". A resolução 23.548 determina a inscrição de apenas um nome. Mas, não há nenhum tipo de proibição.

    >> Gean Loureiro é reeleito prefeito de Florianópolis

    >> "A campanha limpa e propositiva venceu a campanha suja" diz Gean

    Colunistas