O rei Charles III, de 75 anos, recusou o tratamento de câncer com quimioterapia. É o que afirma o comentarista político inglês, Tom Bower, especializado na família real britânica, em entrevista para a o site GB News. Segundo ele, o rei prefere tratar a doença com medicinas alternativas.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

De acordo com Bower, Charles III “tem grande devoção por ervas medicinais, poções e outras coisas do tipo” e “está sendo aconselhado por Michael Dickson, diretor de medicina alternativa do rei”.

Conforme o comentarista, Dickson já foi desacreditado por muitos, “mas o rei é fiel a ele. Ele [Charles] não acredita [em quimioterapia], o que acho um risco”.

Veja fotos do Rei Charles III

Continua depois da publicidade

Nenhum comunicado oficial sobre as declarações de Bower foi emitido pela família real britânica. O Palácio de Buckingham noticiou sobre o estado de saúde de Charles III na última segunda-feira (5), sem dizer qual é o tipo de câncer e nem o estágio da doença.

Charles II decidiu tornar o diagnóstico público para evitar especulações e para que isso melhore a compreensão pública do que é ser afetado pelo câncer. Em função do estado de saúde, o monarca adiou algumas das atividades públicas, mas deve seguir com o trabalho “de escritório” e as obrigações de Estado.

De acordo com a nota do palácio, o Rei Charles está “totalmente confiante” em relação ao tratamento e quer voltar às suas funções públicas assim que possível.

Leia também

Veja o que abre e fecha no Carnaval 2024 em Florianópolis

Osterfest 2024 de Pomerode terá dinheiro do Estado pela primeira vez

Calor extremo em SC deve atingir pico máximo no Carnaval com temperaturas acima dos 40ºC

Destaques do NSC Total