Santa Catarina confirmou a quinta morte por dengue em 2024, de acordo com o relatório divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC) nesta quinta-feira (8). Desses óbitos, quatro foram em Joinville e uma em Araquari.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Ainda segundo o relatório epidemiológico, já são 8.710 casos prováveis da doença, o que equivale a um aumento de 611% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o Estado tinha 1.225 casos prováveis de dengue. A curva de casos de 2024 apresenta uma alta desde o início do ano.

Casos de dengue de janeiro a fevereiro em SC

O Estado registrou no dia 23 de janeiro, 4.043 casos prováveis da doença, número 910% maior do que o mesmo período de 2023, quando Santa Catarina tinha 400 casos prováveis de dengue. Já no dia 29 do mesmo mês, eram computados 5.897 casos prováveis, o que equivale a um aumento de 646,5% no número de casos prováveis na comparação com o mesmo período de 2023.

Segundo o diretor de Vigilância Epidemiológica do Estado, esses números podem aumentar ainda mais: “Os números vão se modificando ao longo das semanas epidemiológicas, considerando que as notificações vão sendo realizadas. Mas de qualquer maneira, o cenário nos mostra que o Estado ainda vai apresentar alta no número de casos. Já são mais de 14 mil notificações suspeitas de dengue, então, há ainda um número alto de casos suspeitos que devem se confirmar ao longo das próximas semanas”, diz o diretor.

Continua depois da publicidade

Vale ressaltar que casos de dengue, chikungunya e zika vírus tem tido um aumento considerável em todo o país. Os dados nacionais do registro das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti podem ser acessados no painel do Ministério da Saúde.

Leia também

Santa Catarina registra mais de 600% de aumento em casos de dengue em 2024

SC atualiza plano de contingência para controle da dengue, chikungunya e Zika em 2024

Destaques do NSC Total