nsc
dc

avanço da pandemia

Santa Catarina deixa de ter a menor taxa de letalidade de covid-19 no Brasil

Com o aumento de mortes em março, Estado foi superado pelo Amapá em indicador que liderava desde 21 de outubro do ano passado

01/04/2021 - 05h00

Compartilhe

Cristian Edel
Por Cristian Edel Weiss
Em Santa Catarina, 1,35% das pessoas diagnosticadas com coronavírus morreram desde o início da pandemia
Em Santa Catarina, 1,35% das pessoas diagnosticadas com coronavírus morreram desde o início da pandemia
(Foto: )

Santa Catarina deixou de ser o Estado com a menor letalidade do país por covid-19 nesta quarta-feira, 31. O indicador mede o percentual de pessoas que morreram entre o total de casos confirmados de coronavírus. Com o aumento do número de mortes em março – SC fecha o mês mais crítico da pandemia com pelo menos 3.340 óbitos em 31 dias –, o Estado teve aumento da taxa, com o índice de 1,35% de letalidade. Nesta quarta, SC tinha 10.885 mortes entre os 806.929 casos confirmados desde o início da pandemia.

> Mapa Covid de SC hoje: veja em mapa e dados por cidade como está a situação da pandemia

> Calendário da vacina: veja dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

O Estado foi superado pelo Amapá, que tem 1,33% de letalidade, ao registrar 1.302 óbitos num universo de 97.542 casos confirmados. Santa Catarina apresentava desde 21 de outubro do ano passado o menor índice de letalidade do país. Já tinha alcançado a marca em julho, mas com a onda de mortes em agosto havia sido superado por Roraima, até recuperar a melhor taxa nacional em outubro.

O índice de 1,35% de Santa Catarina é o maior desde 30 de agosto, período em que o indicador sofreu redução abrupta, porque o governo do Estado divulgou, de uma só vez, um dia depois,mais de 30 mil novos casos de coronavírus de semanas anteriores que foram detectados após revisão nas bases de dados integradas com Ministério da Saúde, laboratórios privados e municípios.

Desde que passou pela primeira onda de casos e mortes, em agosto do ano passado, o Estado atingiu o melhor índice de letalidade na pandemia entre 4 e 10 de dezembro, com 1,01%. Em seguida, voltou a subir gradativamente, com mais celeridade a partir de 1º de março.

O aumento da letalidade em Santa Catarina acompanha o movimento no Brasil, que atingiu a menor taxa em 11 meses entre os dias 7 e 9 de março, com 2,41% de índice, mas voltou a apresentar crescimento em seguida. Nesta quarta, a taxa nacional era de 2,5%.

Tanto o Brasil quanto Santa Catarina tiveram reduções drásticas na taxa de letalidade a partir de maio do ano passado, porque Estados e municípios passaram a investir mais em testagem da população. Com isso, subiu o número de casos confirmados da doença oficialmente, fazendo com que o número de mortes tivesse menos participação proporcional.

Pior mês da pandemia em SC termina com média diária de 107 mortes e longa fila de espera por UTIs

No Brasil, a maior taxa de letalidade é do Rio de Janeiro, com 5,67%, seguido de Pernambuco (3,49%) e Amazonas (3,44%). No Sul, o Paraná tem taxa de 1,98%, e o Rio Grande do Sul, 2,33%.

Mais dados sobre a pandemia estão disponíveis no Painel do Coronavírus.

Assista abaixo à animação que mostra a evolução de mortes por covid-19 em 12 meses nos municípios de SC desde o início da pandemia:

Colunistas