nsc

publicidade

Reanimação cardiopulmonar

São José recebe treinamento gratuito que pode salvar vidas 

Evento gratuito e aberto ao público ocorre das 10h às 22h deste sábado (24) no shopping Itaguaçu. Procedimento é crucial para evitar a morte ou graves sequelas

23/08/2019 - 15h14

Compartilhe

Por Redação CBN Diário
Simulação de massagem cardíaca em manequim
Reanimação cardiopulmonar pode evitar a morte de neurônios a partir do quarto minuto
(Foto: )

Não se assuste se avistar o deslocamento do Helicóptero Arcanjo, bombeiros e ambulância em direção a São José neste sábado. Pelo contrário: aproveite para aprender procedimentos que podem ser cruciais para salvar uma vida ou evitar graves sequelas. Um treinamento de reanimação cardiopulmonar gratuito e aberto ao público será realizado das 10h às 22h, no Shopping Itaguaçu.

— Se feito da forma correta, pode salvar a vida da vítima. É o ponto chave no atendimento. A partir de quatro minutos, em parada sem nenhum tipo de manobra, começa a ocorrer morte de neurônios, e a massagem cardíaca é o que mantém o fluxo sanguíneo e permite que a pessoa volte sem sequelas – afirma Athena Parrella, diretora de comunicação Liga Acadêmica de Enfermagem Pré Hospitalar e Emergência da UFSC, que realiza a iniciativa com apoio de Corpo de Bombeiros, Samu e shopping.

Haverá um espaço no estacionamento para pouso do Arcanjo e permanência de ambulância, local interno para treinar a população com manequins de treinamento e um desfibrilador feito para leigos.

O evento surgiu em 2013, no Maranhão, e agora o Dia de Reanimação Cardiopulmonar se tornou um evento nacional. Popularizar essas orientações é um desafio no Brasil.

— Às vezes acontece de um familiar ou amigo cair, desmaiar, ele não responde, e você verifica pelo movimento do peito que não está respirando. Então se pode ministrar massagem. A partir de quatro minutos, se você não fizer nada, pode começar a ocorrer morte cerebral.. Se chegar a 10 minutos, a chance de a pessoa retornar é bem pequena. Qualquer pessoa pode realizar e pode salvar a vida do seu parente, amigo ou de uma pessoa na rua, no trabalho. Em outros países, as crianças aprendem desde pequena na escola – defende Athena.

Ouça a entrevista de Athena Parrella a Mário Motta:

Deixe seu comentário:

publicidade