nsc
dc

Indústria Criativa

SC é quarto estado do país com maior participação da Indústria Criativa no PIB

Pesquisa da Firjan aponta que entre 2017 e 2020, houve aumento de 11,7% no número de trabalhadores criativos no Estado

08/07/2022 - 11h11 - Atualizada em: 08/07/2022 - 11h49

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Tecnologia da Informação e Comunicação é um dos segmentos da Indústria Criativa
Tecnologia da Informação e Comunicação é um dos segmentos da Indústria Criativa
(Foto: )

Santa Catarina é o quarto estado do país com maior participação da Indústria Criativa no PIB estadual. Segundo pesquisa da Federação das Indústrias Rio de Janeiro (Firjan), em 2020, 2,96% das riquezas geradas pela economia catarinense vieram de atividades criativas.

O Mapeamento da Indústria Criativa de 2022 analisa 13 segmentos da Indústria Criativa separados em quatro grandes áreas: Consumo (Design, Arquitetura, Moda e Publicidade & Marketing), Mídias (Editorial e Audiovisual), Cultura (Patrimônio e Artes, Música, Artes Cênicas e Expressões Culturais) e Tecnologia (P&D, Biotecnologia e Tecnologia da Informação e Comunicação).

O levantamento identificou que a participação da Indústria Criativa no PIB do país aumentou de 2,61% para 2,91%, entre 2017 e 2020. Como resultado, em 2020, o PIB Criativo totalizou R$ 217,4 bilhões. 

O Rio de Janeiro lidera o ranking dos estados, com 4,62%, seguido de São Paulo (4,41%) e do Distrito Federal (3,07%).

SC é destaque no número de trabalhadores criativos

De acordo com a pesquisa da Firjan, entre 2017 e 2020, houve aumento de 11,7% no número de trabalhadores catarinenses na Indústria Criativa. A taxa de participação destes profissionais em Santa Catarina é de 2,24% — terceira maior do país.

Dados do Observatório Fiesc mostram ainda que as áreas de Consumo e Tecnologia foram os principais vetores de crescimento em Santa Catarina.

Os profissionais da área de Consumo respondem por 50,3% dos empregos ligados à Indústria Criativa em Santa Catarina. Já o setor de Tecnologia tem um percentual de 35,4%. A área de Mídia responde por 8,7%, seguida por Cultura, com 5,6%.

No entanto, a remuneração média dos trabalhadores criativos em Santa Catarina foi de R$ 4.885, abaixo da média nacional para 2020, de R$ 6.926.

Segundo a pesquisa da Firjan, a economia brasileira contava com mais de 935 mil profissionais criativos formalmente empregados em 2020.

Entenda como vai funcionar o 5G

Leia também

Entenda o que é o metaverso e conheça empresas de SC que são pioneiras na tecnologia

5G deve chegar em Florianópolis até final de setembro; entenda o que falta​

SC precisa qualificar 800 mil trabalhadores para a indústria até 2025, aponta estudo da CNI​

Colunistas