nsc
    dc

    Imunização

    SC entra na fila para fazer testes de vacina contra coronavírus

    Estado deve participar da última etapa dos estudos da vacina Janssen-Cilag, do grupo Johnson e Johnson

    23/09/2020 - 19h08 - Atualizada em: 23/09/2020 - 19h32

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    Por Folhapress
    Testes poderão ser aplicados em catarinenses
    Vacinas contra o coronavírus em fase de teste poderão ser aplicadas em catarinenses
    (Foto: )

    Santa Catarina passa a integrar a fila de estados brasileiros que participam dos testes de vacinas contra o coronavírus. O estado entrou para o radar nesta quarta-feira (23), após autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a ampliação de voluntários no estudo em desenvolvimento da vacina Janssen-Cilag, do grupo Johnson e Johnson, que anunciou o início da última etapa de estudos no mesmo dia.

    > Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

    Ainda em agosto, conforme divulgado pelo colunista Ânderson Silva, o secretário de Estado de Saúde de SC, André Motta Ribeiro, deixou claro sobre o interesse das vacinas produzidas pela Fiocruz com a empresa AstraZeneca, com promessa de chegarem até o final de 2020. 

    Já no início do mês de setembro, o secretário confirmou à colunista Dagmara Spautz sobre as tratativas do Estado para garantir doses. Na época, no entanto, não detalhou qual vacina estaria na mira do governo. A pasta também foi procurada pela reportagem nesta quarta-feira, mas ainda não se posicionou sobre o assunto.

    > Novo pico do coronavírus deve acontecer em novembro em Blumenau, prevê especialista

    Atualmente, a vacina é testada em sete estados brasileiros. Agora, serão 11. Além de Santa Catarina, foram incluídos na lista os estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e o Distrito Federal.

    Vacinas em andamento do Brasil

    O Brasil tem hoje quatro estudos clínicos em andamento de potenciais imunizantes contra a Covid. O primeiro a obter aval para testes foi a vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford com a farmacêutica AstraZeneca, o que ocorreu ainda em junho.

    > Santa Catarina estuda forma de comprar vacina contra o coronavírus

    Em seguida, tiveram autorização para estudos a empresa chinesa Sinovac, que conduz pesquisas em parceria com o Instituto Butantan e também foi autorizada a ampliar os testes nesta quarta-feira, com mais 4 mil voluntários, a empresa norte-americana Pfizer e a Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson - que incluirá SC nos estudos.

    Até o início da semana, a agência não tinha recebido pedido de aval para estudos da vacina Sputnik, da Rússia.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas