Santa Catarina já registra 17.696 casos prováveis de dengue em 2024, até esta terça-feira (20), um aumento de 650% em relação ao mesmo período do ano passado. Os casos estão espalhados por 177 municípios catarinenses. Também foram confirmadas oito mortes pela doença — Joinville (5), Araquari (1), Itajaí (1) e Itapiranga (1). Outras duas mortes estão em investigação, em Araquari e Navegantes.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

A situação já causou 213 internações nos hospitais públicos de Santa Catarina e tem gerado preocupação no Estado. Até segunda-feira (19), 79 pacientes estavam internados em 20 hospitais catarinenses. O Estado deve decretar situação de emergência em saúde nos próximos dias.

As unidades mais afetadas eram o Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, em Joinville, com 24 pacientes, e o Hospital Infantil Pequeno Anjo, em Itajaí, com 12 crianças hospitalizadas. As unidades ficam nas regiões com maior incidência de casos (Nordeste (1076,71) e Foz do Rio Itajaí (392,93)).

As informações são da Diretoria de Vigilância Sanitária (Dive/SC) e da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Conforme o último relatório emitido pela Dive, foram identificados 12.885 focos do Aedes aegypti em 215 municípios, sendo que 155 desses são considerados infestados pelo mosquito.

Continua depois da publicidade

O governo do Estado já anunciou a aplicação de R$ 15 milhões para a implementação de estratégias de combate à dengue.

Os principais sintomas da doença são febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele. Além disso, dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, queda de pressão e sangramento de mucosas já são sinais de alarme, indicando a necessidade de procurar imediatamente o serviço de saúde.

Maior incidência de dengue em Santa Catarina

Segundo o informe da Dive, os 10 municípios com maior taxa de incidência de dengue em Santa Catarina são:

  • Araquari: 1431,97;
  • Joinville: 733,52;
  • Apiúna: 578,57;
  • Itajaí: 575,27;
  • Itapiranga: 533,24;
  • Tijucas: 523,51;
  • Blumenau: 383,94;
  • São Francisco do Sul: 339,51;
  • Penha: 305,39;
  • Florianópolis: 296,93.

Continua depois da publicidade

Veja os sintomas da dengue e como evitar focos do mosquito

Leia também

Brasil passa de 650 mil casos de dengue em 2024; SC tem 16,7 mil casos

Joinville decreta situação de emergência por causa da dengue

Busca por vacina da dengue na rede privada aumenta até 300% em SC

Destaques do NSC Total