nsc
    dc

    Efeitos da pandemia

    SC tem ao menos 280 profissionais de saúde afastados devido ao coronavírus

    Levantamento consultou governo do Estado e prefeituras das três maiores cidades

    07/04/2020 - 09h06 - Atualizada em: 07/04/2020 - 10h30

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    Secretaria de Saúde
    (Foto: )

    Pelo menos 280 profissionais de saúde estão afastados do trabalho em Santa Catarina por causa do novo coronavírus. O levantamento foi feito pelo Diário Catarinense, que consultou o Governo de Santa Catarina e a prefeitura das três maiores cidades do Estado, Joinville, Florianópolis e Blumenau.

    Dos 280, 176 são servidores da rede estadual. Segundo a secretaria de comunicação do Governo de Santa Catarina (Secom), os profissionais foram afastados temporariamente por suspeita da doença, e nenhum caso de coronavírus foi confirmado entre eles até o momento. Esse número representa 1,4% do total de colaboradores da saúde que fazem parte da rede estadual. Os afastamentos de servidores municipais não são contabilizados pelo governo.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o coronavírus

    As cidades onde os servidores estaduais atuam não foram informadas. De acordo com a Secom, a Secretaria de Estado da Saúde não divulga os afastamentos por instituição ou município para não expor os profissionais e as unidades.

    Já as três maiores cidades do Estado têm ao menos 104 profissionais de saúde afastados por causa do novo coronavírus.

    Em Florianópolis, a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde informou que são 92 trabalhadores da área saúde afastados, com 20 deles já diagnosticados com coronavírus.

    Três dos profissionais infectados precisaram ser hospitalizados, sendo que dois já receberam alta e um continuava internado em estado estável até a noite desta segunda-feira (6). Conforme a Secretaria de Saúde, o número contabiliza servidores municipais e profissionais de clínicas particulares da cidade.

    Por conta da suspeita de Covid-19 entre servidores, dois centros de saúde precisaram ser temporariamente fechados na Capital catarinense como medida de precaução. Um deles foi o Centro de Saúde da Prainha, no Centro da cidade, fechado nesta segunda. Na sexta (3), o Centro de Saúde de Ratones, no Norte da Ilha, também já havia sido fechado pelo mesmo motivo.

    Conforme a Secretaria de Saúde, a previsão é que ambos os centros de saúde retornem às atividades na segunda-feira (13). A Prefeitura continua orientando a população a entrar em contato com o Alô Saúde Floripa pelo número 0800-333-3233.

    Centro de Saúde da Prainha
    Centro de Saúde da Prainha, em Florianópolis, fechado nesta segunda
    (Foto: )

    Servidores municipais de saúde também foram afastados em Blumenau. De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, são 12 profissionais afastados das unidades. Eles aguardam resultado para Covid-19. Outros 23 já fizeram o exame, que deu negativo, e já retornaram ao trabalho.

    > Novos números: painel do coronavírus mostra evolução da doença em SC

    Em Joinville, na maior cidade de Santa Catarina, 61 profissionais de saúde estão afastados com atestado médico, 15 deles no Hospital São José, de administração municipal, e outros 46 na Secretaria de Saúde, mas a assessoria de comunicação da prefeitura não informou quantos deles estão afastados especificamente por suspeita de coronavírus. Por conta disso, o dado não foi incluído no total de afastamentos levantados pela reportagem.

    Medidas para repor quadros

    O Governo de Santa Catarina, por meio da Secom, informou que os profissionais afastados estão sendo testados com testes rápidos que chegaram na sexta-feira (3) e que aqueles que tiverem resultado negativo vão voltar ao trabalho.

    “O Estado também está recebendo profissionais da área de Saúde, fruto de um chamamento realizado ainda no mês de março. Além destes que já foram incorporados, novos profissionais devem começar a trabalhar nos próximos dias. Dessa maneira, o quadro funcional será reposto e ampliado”, informou ainda a Secom.

    Em Florianópolis, segundo a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 100 profissionais, entre enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos e farmacêuticos têm assumido cargos desde fevereiro, após concurso público, para reforçar a rede. A prefeitura também está buscando profissionais voluntários para auxiliar em momentos pontuais por meio da ação Somar Floripa.

    Já em Blumenau, a assessoria de comunicação da prefeitura informou que a administração municipal tem feito chamada pública de profissionais médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem, sendo 35 na semana passada. Uma nova chamada para 32 vagas entre médicos, técnicos de enfermagem e enfermeiros estava prevista para essa semana.

    A assessoria de comunicação da Prefeitura de Joinville também foi perguntada sobre as medidas de reposição de profissionais, mas não respondeu ao questionamento.

    57 profissionais afastados em Balneário Camboriú

    Além dos 280 levantados pela reportagem, em Balneário Camboriú, no Litoral Norte, a prefeitura informou que 57 profissionais precisaram ser afastados do Hospital Ruth Cardoso devido à pandemia de coronavírus. Dezenove deram positivo para a doença.

    Os infectados são trabalhadores do setor administrativo, enfermeiros e um médico, que está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de outro hospital em Balneário. Entre os 19 funcionários do Ruth Cardoso diagnosticados com Covid-19, há profissionais que residem em outros municípios da região. Por isso, na contagem do governo estadual, esses pacientes aparecem em outras cidades.

    Casos em Santa Catarina

    Em Santa Catarina são 417 casos confirmados de coronavírus, segundo atualização feita pelo governo do Estado na noite desta segunda. Contraíram a doença até o momento 216 mulheres e 201 homens, e há 43 pacientes em leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

    A cidade com mais casos é Florianópolis, com 99 diagnósticos positivos, seguida de Blumenau, com 52, e Criciúma, com 27.

    As mortes por Covid-19 chegaram a 11, após confirmação do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacem-SC). Os óbitos ocorreram antes de domingo (5), mas aguardavam resultado dos exames.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas