nsc
dc

Política

Senador usa cota parlamentar para pagar aluguel de imóvel da ex-mulher

Marcos Rogério fez pagamentos mensais de R$ 4,6 mil por casa que usa como seu escritório de apoio

06/06/2021 - 07h05 - Atualizada em: 06/06/2021 - 07h06

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Senador Marcos Rogério, um dos principais defensores do governo na CPI da Pandemia.
Senador Marcos Rogério, um dos principais defensores do governo na CPI da Pandemia.
(Foto: )

O senador Marcos Rogério, um dos principais defensores do governo na CPI da Pandemia, tem usado recursos da cota parlamentar para pagar à ex-mulher, Andréia Schmidt, o aluguel de seu escritório de apoio em Rondônia.

> Receba notícias por WhatsApp

O imóvel é uma casa na cidade Ji-Paraná e consta como endereço de apoio do senador na página oficial do Senado. No site do Senado, é possível ver pagamentos mensais de R$ 4,6 mil nos meses de março e abril deste ano, em nome da administradora OK Imóveis.

Segundo a assessoria do parlamentar, a casa pertencia a Rogério, que usou o local como seu escritório entre 2017 e 2020, sem custo para os cofres públicos. A assessoria diz, ainda, que o escritório já estava estabelecido no local e que, por isso, “optou-se por manter o escritório no mesmo endereço, pagando o valor correspondendo ao aluguel à atual proprietária”. 

Por Naomi Matsui, coluna de Guilherme Amado

Leia mais em Metrópoles, parceiro do NSC Total

Veja também

Pastor R.R. Soares é intubado por conta da Covid-19

Lula e FHC divulgam nota em defesa da Argentina e contra Paulo Guedes

Colunistas