O cantor Sérgio Reis vai responder a inquérito policial e prestar depoimento após divulgar um vídeo no qual convoca caminhoneiros para uma paralisação. Na gravação, publicada nas redes sociais no último sábado (14), o também ex-deputado demonstra apoio ao presidente Jair Bolsonaro e pede o impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Continua depois da publicidade

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

– O objetivo é investigar suposta associação criminosa voltada para a prática de alguns crimes, da qual ele seria integrante – disse o delegado Leonardo de Castro, da delegacia de Combate à Corrupção (Decor) da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). As informações são do site Congresso em Foco. – Ele será investigado pelos crimes de ameaça, dano e atentado contra a segurança de meio de transporte.

O vídeo divulgado por Sérgio Reis causou polêmica.

– O Brasil inteiro vai estar parado – ele afirma na gravação, a respeito da paralisação que supostamente aconteceria em 7 de setembro. – Ninguém trafega, ninguém sai. Ônibus volta para trás com passageiros. Só vai passar a Polícia Federal, ambulância, bombeiro e cargas perecíveis. Fora isso, ninguém anda no Brasil. Se em 30 dias não tirarem os caras, nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser.

Continua depois da publicidade

> Bolsonaro fez mais de 80 eventos durante a pandemia; apenas 10 foram voltados à Covid

Em áudios atribuídos a Sérgio Reis que circularam por grupos de WhatsApp desde o último final de semana, o cantor aparentemente sugere que o presidente Jair Bolsonaro apoia o movimento. Ele afirma ter chegado de Brasília, onde teria almoçado com Bolsonaro e participado de uma reunião com produtores de soja, além de integrantes do Ministério da Defesa e do Exército, Marinha e Aeronáutica. Sérgio Reis diz também que quer se encontrar com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para apresentar uma “intimação”.

– Já entramos com pedido de o presidente do Senado nos receber no dia 8 de setembro, vou eu e dois líderes dos caminhoneiros, e dois líderes do sindicato da soja, para entregar a ele uma intimação – diz o cantor no áudio. – Não é um pedido, é uma intimação, como se fosse um oficial de Justiça que fala “cumpra-se”. Enquanto o Senado não tomar essa posição que nós mandamos fazer, nós vamos ficar em Brasília e não saímos de lá até isso acontecer.

Depois da repercussão negativa, a esposa de Sérgio Reis, Angela Bavini, disse à jornalista Mônica Bergamo que o artista estava em depressão por ter sido “mal interpretado”:

– Ele quer apenas ajudar a população. Está magoado demais – ela afirmou. – O Sérgio foi induzido por pessoas que dizem estar em um movimento tranquilo. No fim, todo mundo vaza, e sobra para ele, que é uma celebridade. Ele é querido e amado pelo Brasil inteiro, de direita, de esquerda.

Continua depois da publicidade

> Fórum parlamentar de SC cobra reciprocidade de Bolsonaro

Lideranças dos caminhoneiros afirmaram a diversos sites que não são representados por Sérgio Reis, e negam participação em qualquer manifestação política.

Já nesta segunda-feira (16), o cantor recuou, e publicou outro vídeo, em que afirma que apenas pediu que os impeachments dos ministros do STF fossem “estudados”:

– Eu não pedi para que acabasse com nada. Eu pedi que fizessem, que esses impeachments fossem estudados – argumentou. – Se o povo não for para as ruas no dia 7 de setembro, Brasília não vai fechar. Então não vai adiantar nada. O Exército não pode fazer nada, o presidente não pode fazer nada e nós não podemos fazer nada. Estamos fazendo a nossa parte. Isso me entristece muito. Minha vida foi sempre regida pelo povo. Eu sou o que eu tenho, o povo é que me deu, com carinho e respeito. Eu procurei devolver isso.

Leia também:

> Schwarzenegger critica movimento anti-vacina e dispara: “Você é um babaca se não usa máscara”

Continua depois da publicidade

> Marcos Mion chora no Encontro, diz estar “surtando na Globo” e que dormiu de crachá

> Elvis não morreu? Conheça as teorias que afirmam que o Rei do Rock está vivo

Destaques do NSC Total