Uma servidora da Câmara de Vereadores de Joinville procurou a polícia para denunciar uma suposta difamação que sofreu por parte de um vereador da cidade. A Polícia Civil confirma que há uma investigação em andamento. 

Continua depois da publicidade

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

​O boletim de ocorrência foi registrado em maio e, segundo o delegado Pedro Alves, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami), a princípio, apenas um termo circunstanciado foi instaurado para apurar o caso. 

A investigação está em fase inicial e, portanto, o delegado não passou mais detalhes sobre o teor da denúncia. O investigador apenas citou que, ao final do procedimento, o caso será encaminhado ao juizado especial criminal. 

Por nota, a Câmara de Vereadores de Joinville alegou ter ficado sabendo da denúncia “por meio de veículos de comunicação e postagens”, mas informou que não há, oficialmente, um documento sobre o caso. 

Continua depois da publicidade

“Se isso ocorrer, posteriormente, a Casa Legislativa tomará ciência dos fatos ocorridos e irá fazer os encaminhamentos para averiguar a situação internamente”, diz o texto. 

A reportagem do A Notícia entrou em contato com Tânia Larson, integrante da Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores, para saber se o assunto estava sendo acompanhado. No entanto, segundo a vereadora, os casos que chegam ao órgão são tratados de forma sigilosa e, por este motivo, não confirma a informação. 

Leia também:​

Incêndio que matou homem em São Bento do Sul pode ter sido acidental, diz polícia

Homem mata segurança atropelado, causa revolta e é morto por espancamento em Itapoá

Idoso mata homem com golpes de faca e foice em Canoinhas

Destaques do NSC Total