nsc
    hora_de_sc

    Destruição

    ‘Só via isso em cena de pós-guerra’, diz prefeito de Governador Celso Ramos sobre estragos do ciclone

    Em entrevista à NSC TV, Juliano Campos falou sobre prejuízos e sobre esforço para recuperar danos

    03/07/2020 - 08h02 - Atualizada em: 03/07/2020 - 08h08

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    Ginásio de esportes destruído por ciclone em Governador Celso Ramos
    Ginásio municipal de esportes ficou destruído após passagem do ciclone em Governador Celso Ramos
    (Foto: )

    O prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Campos, falou nesta sexta-feira (3) sobre os estragos na cidade provocados pelo ciclone que passou por Santa Catarina nesta semana. O município, que fica na Grande Florianópolis, foi um dos mais atingidos pelo fenômeno. Uma pessoa morreu.

    > “Não sei nem como recomeçar”, diz morador que teve casa atingida em Governador Celso Ramos

    Em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina, da NSC TV, o prefeito também falou sobre o esforço para recuperar os danos causados pelos fortes ventos e ajudar as famílias atingidas. Segundo ele, ao menos 3 mil residências foram danificadas, e “30 ou 40” casas “implodiram” e “deixaram de existir”.

    Prédios públicos também foram afetados. Seis escolas foram praticamente destruídas pelos fortes ventos, e seis unidades de saúde estão interditadas por conta dos estragos, relatou o prefeito. Além disso, o prédio da Secretaria de Assistência Social e o ginásio municipal de esportes também foram destruídos pelo ciclone. Cerca de 70% da cidade seguia sem engeria elétrica na manhã desta sexta.

    Casas destelhadas por ciclone em Governador Celso Ramos
    Cerca de 3 mil residências sofreram danos na cidade, afirmou prefeito
    (Foto: )

    De acordo com Juliano Campos, o presidente Jair Bolsonaro, que confirmou vinda a Santa Catarina no sábado, deve sobrevoar a cidade no mesmo dia.

    — A gente tá aguardando pelo menos o apoio do governo do Estado e do governo federal para reestabelecer a vida normal dessas pessoas. Eu acredito que nós vamos ter o apoio, nunca fui do nosso perfil desanimar, obviamente que a gente fica chocado com o tamanho do desastre que aconteceu, a gente só via isso em cena pós-guerra (...) — disse o prefeito.

    Estragos do ciclone em igreja de Governador Celso Ramos
    Estragos do ciclone em igreja de Governador Celso Ramos
    (Foto: )

    Juliano também disse que a prefeitura liberou R$ 1 milhão para auxiliar as pessoas que tiveram as casas danificadas, e comentou que espera sensibilizar os governantes para a liberação de recursos para a cidade.

    — Buscamos a sensibilidade deles para que realmente tenham compaixão para com Governador Celso Ramos, não é com o prefeito Juliano, não é por ideologia política partidária, muito pelo contrário. Hoje é um momento em que precisamos nos unir e fazer com que as pessoas tenham seus lares de volta — afirmou.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas