Uma empresa de Gaspar entrou na mira da Polícia Civil por suspeita de falsificar roupas de marca e ainda sonegar impostos. Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos nesta segunda-feira (13) em endereços ligados à firma. Ninguém foi preso até o momento.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

A operação contou com a presença do Conselho Estadual de Combate à Pirataria e da Secretaria de Estado da Fazenda. Segundo a delegada Débora Mariani Jardim, a investigação começou após uma denúncia de representantes da americana Marvel, que estava sendo lesada.

Cerca de 50 peças foram recolhidas e serão periciadas pela Polícia Científica.

Mandados foram cumpridos nesta segunda-feira (Foto: PC, Divulgação)

Na ação também foi feita uma fiscalização tributária. Irregularidades foram constatadas, como a utilização de meia nota, clássico exemplo de subfaturamento. Além disso, teria sido constatado uso de cadastro de empresa indevidamente beneficiada pelo Simples Nacional.

Continua depois da publicidade

Cabe apurar ainda sucessão fraudulenta de empresas na tentativa de fraude à execução, com mais de R$ 300 mil lançados, informou a Polícia Civil.

Para não atrapalhar as investigações, não foi informado o nome e nem a localização da empresa.

Leia mais

Superlotação no Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí faz cerca de 230 presos serem soltos

Gestante morre em acidente entre carro e carreta no Vale do Itajaí: “Deixa vazio imensurável”

Destaques do NSC Total