nsc
an

Polícia

Suspeito de atentado contra ambientalistas em SC é alvo de mandado de busca e apreensão

Segundo o delegado, homem já teria se envolvido em atritos anteriores com o casal de ambientalistas

28/07/2022 - 15h32 - Atualizada em: 28/07/2022 - 18h34

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Disparos atingiram casa de ambientalistas e placas de unidade de conservação
Disparos atingiram casa de ambientalistas e placas de unidade de conservação
(Foto: )

Um suspeito de ter cometido atentado contra um casal de ambientalistas em Guaramirim, no Norte de SC, foi alvo de mandado de busca e apreensão na última quarta-feira (27). A casa de Germano Woehl Junior e Elza Nishimura Woehl, que fica na entrada de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), foi atingida por tiros há um mês e a polícia ainda investiga o caso.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Segundo o delegado Eric Uratani, da Delegacia de Polícia de Guaramirim, as vítimas e outras testemunhas foram ouvidas dentro do inquérito policial e apresentaram informações sobre um suspeito, de 39 anos. Ele já teria se envolvido em atritos anteriores com o casal de ambientalistas, incluindo a invasão de propriedade.

Com base nas informações, o delegado representou pela expedição do mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, o que foi acatado pela Justiça. Na manhã da quarta-feira, os policiais cumpriram o mandado na residência indicada pelas vítimas, em São Bento do Sul, onde o homem estaria morando com os pais.

— Ele residia lá, mas a informação era de que há havia saído. De qualquer forma, foi dado o cumprimento porque havia um quarto dele, mas nada foi encontrado — revelou o delegado.

De acordo com Uratani, o suspeito foi chamado pela mãe até o local, apareceu voluntariamente e autorizou os policiais a realizarem uma busca onde mora atualmente. O delegado também não encontrou nada na residência, mas apreendeu o aparelho celular do homem.

A Polícia Civil encaminhou o telefone para análise da perícia e aguarda o resultado para saber se há novas informações sobre o atentado contra os ambientalistas. Ao mesmo tempo, o delegado deve começar novas oitivas para apurar todas as linhas de investigação.

Leia também:

Adolescente é morto em confronto com a polícia após roubar loja em Joinville

Homem que cultivava estufa com cerca de 50 pés de maconha é preso em SC

Imóvel com casa e igreja evangélica é atingido por incêndio em SC

Colunistas